Dificuldade para gerenciar o estoque? Conheça estratégias para que facilitam

Dificuldade para gerenciar o estoque? Conheça estratégias para que facilitam

Se você tem dificuldade para gerenciar o estoque, pode estar perdendo insumos e vendas. Para o departamento financeiro, o estoque faz parte do capital de giro da empresa e deve ser controlado, já que compõe parte dos bens que a empresa possui.

A grande quantidade de produtos, seu mix variado e a velocidade em que tudo isso é movimentado, torna o controle cada vez mais complicado. Por isso, uma boa gestão desses processos é imprescindível para que a empresa diminua suas perdas e se mantenha no mercado com lucratividade

Assim, é preciso que os gestores tenham controle dos produtos estocados, para evitar ao máximo as perdas, erros de cálculo e eventuais desvios. Por isso, temos 7 dicas fundamentais para você que está com dificuldade para gerenciar o estoque e quer manter tudo organizado a partir de agora!

1. Organize os produtos

O primeiro passo para lidar com a dificuldade de gerenciar o estoque é organizar e cadastrar todos os produtos que já estão nele. Para isso, você pode fazer um inventário, que é a contagem e classificação dos produtos que estão disponíveis. 

Com o inventário, você sabe o quanto de cada produto deve comprar para garantir suas vendas nos próximos dias e, assim, pode começar a colocar o seu estoque para trabalhar para você.

Identifique os produtos e diminua a dificuldade para gerenciar o estoque

Implementar códigos de barras ou outros sistemas de identificação ajudam na dificuldade para gerenciar o estoque, facilitam o fluxo de mercadorias e também seu controle dentro dos espaços de venda e sua saída aos clientes. 

Desse modo, quando uma compra é realizada, torna-se muito mais rápido dar baixa no controle da empresa. Além disso, a atualização das informações dos produtos pode ser contínua e ajuda a descobrir eventuais desvios na loja.

Rastreie seus produtos dentro da loja

Se você acompanhar os caminhos de seus produtos dentro de sua loja, saberá o que está com boa saída e o que está encalhado nos displays e pontos de venda direta.

Assim, também é possível descobrir os setores que têm vendedores com ótimos índices de venda ou com alto grau de remarcação de preços. 

Neste ponto, há um fator muito importante: reconhecer os setores que não estão dando o retorno esperado pode ajudar a definir melhor suas estratégias futuras. Inclusive, facilita a reposição de mercadorias, que se destaca como uma grande dificuldade para gerenciar o estoque.

Entenda o mercado para lidar com a dificuldade para gerenciar o estoque

É fundamental saber o que o mercado requer no momento. Para isso, o gestor deve se atualizar, considerando os cenários possíveis e se baseando nos históricos dos anos anteriores. 

Muitos fatores podem influenciar nas vendas e composição das suas mercadorias. Por isso, é preciso ter atenção às mudanças sazonais e aos competidores, já que a falta de adaptação rápida causa dificuldade para gerenciar o estoque.

Faça uma distribuição adequada

Quando falamos no layout do estoque, logo nos vêm à mente grandes galpões e prateleiras imensas de companhias de grande porte, mas ele é muito útil em todos os tamanhos de negócio.

Um estoque bem desenhado torna o ambiente mais agradável e facilita a circulação de colaboradores e mercadorias, além de melhorar a visualização de itens que estão “encalhados” a algum tempo.

2. Padronize os processos

Se você tem mais de um funcionário trabalhando no estoque, o melhor é desenvolver processos e procedimentos padrões para que todos trabalhem da mesma forma, garantindo a segurança das informações. Quanto melhor for o controle, menor a dificuldade para gerenciar o estoque. 

Cada entrada e saída do estoque deve ser registrada no momento em que ocorre, para que esses dados não se percam.

Por isso, quantidade de peças que saíram ou entraram, bem como o valor unitário e global devem ser controlados, para que você saiba quanto está gastando com a manutenção do seu estoque.

3. Programe as compras e contorne a dificuldade para gerenciar o estoque

A periodicidade com que você aciona seus fornecedores e o volume de compras podem ser decisivos para que você tenha preços mais competitivos.

Portanto, negocie prazos e programe suas compras de acordo com o planejado, evitando fugir do seu orçamento e contrair dívidas maiores do que você tem capacidade para pagar.

Além disso, você pode planejar liquidações de acordo com as compras adquiridas. Realizar essa prática de tempos em tempos é uma boa pedida! Além de reduzir as mercadorias paradas, ainda contribui para uma divulgação extra da empresa.

4. Observe as reclamações de seu atendimento ao cliente

O pós-venda é tão importante para a reputação da empresa quanto o atendimento inicial. Assim, além de ter uma equipe ágil e preparada para atender bem o público, você pode usar suas reclamações e sugestões de SAC para otimizar o estoque. 

Com base nas informações sobre os produtos que os clientes mais retornam, trocam ou mostram insatisfação, você pode facilmente determinar reposições de itens ou deixar de trabalhar com determinados produtos, por conta de sua má qualidade.

5. Invista em segurança

Um dos problemas recorrentes que gera dificuldade para gerenciar o estoque é o alto índice de furto. Com o controle de mercadorias, é possível reduzir essa prática, mas ainda não é suficiente.

É preciso identificar todos os possíveis pontos mais vulneráveis e adequá-los, seja instalando câmeras no estoque ou aumentando a restrição de acesso.

6. Treine os funcionários para lidar com a dificuldade de gerenciar o estoque

Um dos grandes problemas no mercado hoje é encontrar pessoal capacitado, mas um simples treinamento muitas vezes pode ser a solução que falta para sua empresa.

Esse investimento é fundamental para gerir melhor o estoque, pois uma boa parte das perdas se dá por manuseio inadequado dos colaboradores. 

7. Use um software para dar suporte à sua operação

A instalação de um software adequado e adaptável às necessidades de sua empresa te ajudará a ter uma visão geral de todos os processos.

Como você precisa de um controle rígido para gerenciar o estoque com qualidade, não hesite em adquirir uma ferramenta que auxilie na hora de lembrar de tantos passos e procedimentos.

Assim, ele poderá fazer comparações entre tipos de produtos e quantidade em estoque. Essa ação é uma peça chave para diminuir as compras desnecessárias e evitar o acúmulo de mercadorias.

Manter o software bem alimentado é indispensável e pode poupar muitas dores de cabeça. Insira os produtos com o máximo de detalhes, como:

  • Datas de entrada;
  • Datas de saída;
  • Vencimento;
  • Características que podem diferenciar os produtos.

Dessa forma, você terá informações para que possa saber exatamente o que tem no estoque. Por isso, aproveite os relatórios para identificar ocasionais erros internos e aperfeiçoar suas operações.

Agora queremos saber de você: Como sua empresa lida com a dificuldade para gerenciar o estoque? Aproveite nossas dicas e conheça a solução Checklist Fácil, com ela você pode adaptar todos os itens para atender às suas necessidades no controle de estoque.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *