Entenda o cenário da Indústria 4.0 no Brasil e veja como se adequar

A Indústria 4.0 no Brasil é uma transformação mais que necessária para empresas que querem se manter competitivas. Saiba o motivo e veja como se adequar!

Tempo de leitura: 6 minutos
Fábricas estão incorporando novas tecnologias seguindo conceito de Indústria 4.0 no Brasil

A Indústria 4.0 no Brasil representa uma nova etapa de transformações no mercado, com a chegada de meios digitais e softwares modernos, em meio a novas formas de produção e de consumo. 

Entretanto, esse cenário tecnológico avança a passos lentos e, portanto, ainda não é uma realidade disseminada em todas as empresas brasileiras. 

Por outro lado, o movimento de atualização do negócio é mais do que necessário para se manter competitivo. Prova disso é que, mundialmente falando, ele vem sendo adotado pelas principais organizações. Agora, conheça tudo sobre a Indústria 4.0 no Brasil e veja como se adequar!

O que é Indústria 4.0 no Brasil? 

Indústria 4.0 no Brasil nada mais é que a 4º revolução industrial pela qual as nossas organizações estão passando, com a inserção da digitalização em todos os processos industriais.

Assim como ocorre no mundo todo, trata-se de um momento em que homem, máquinas e sistemas trabalham juntos, conectados em redes inteligentes, através da integração de diferentes tipos de tecnologia. Essa fusão do mundo real com o virtual, gera um impacto em todas as áreas das empresas. 

Ao mesmo tempo em que permite processos mais automatizados, sendo mais ágil e produtivo, também gera o que podemos chamar de fábrica inteligente.

Por exemplo: as máquinas operam sozinhas, comunicam-se entre si e aprendem com os próprios erros, sempre se atualizando e desenvolvendo.

Além disso, ainda é possível gerenciar e entregar dados importantes enquanto mudam toda a rotina – do chão de fábrica à diretoria. Tudo isso de forma mais simplificada e eficiente, ajudando também os gestores a terem um controle sincronizado de tudo que acontece.

Agora, vamos entender melhor o cenário da Indústria 4.0 no Brasil, antes de botar a mão na massa para aplicá-la em sua empresa. 

Confira!

Qual o cenário da Indústria 4.0 no Brasil?

Inicialmente, vale destacar que a Indústria 4.0 no Brasil ainda caminha a passos lentos. Apenas indústrias de grande porte, ou com atuação internacional, já adquiriram algumas dessas tecnologias que vem revolucionando as cadeias produtivas.

Segundo um estudo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), a indústria 4.0 no Brasil ainda não avançou em Big Data, Internet das Coisas e Inteligência Artificial, por exemplo. 

Mas, para se manter competitivo dentro e fora do Brasil, é hora de dar os primeiros passos para essa mudança que já é indispensável. 

Inclusive, atualmente, temos a Agenda Brasileira para a Indústria 4.0, que visa fortalecer o ecossistema de inovação (startups), o crescimento das linhas de crédito para implementação de tecnologias e o aumento da confiabilidade. 

Além disso, a agenda gera aumento da competitividade industrial, impulsiona mudanças, abre novos mercados, incentiva fábricas do futuro e dissemina tecnologias.

Ou seja, esse é o momento certo de colocar sua empresa dentro da Indústria 4.0, acompanhando as mudanças do mundo e se mantendo forte no mercado.

Como investir na Indústria 4.0 no Brasil? 

Inicialmente, podemos falar de um dos maiores destaques da Indústria 4.0 no Brasil atualmente: a inteligência artificial.

Constantemente, empresas dos ramos de fábrica e indústria vêm utilizando a inteligência artificial, principalmente para os setores mais operacionais, como o de produção.  

Através dessa tecnologia, diversas máquinas e processos ganharam novas funções, além de maior agilidade no trabalho. Bem como garantia de resultados com qualidade. 

Diversos setores, como agricultura, indústria e tecnologia, já contam com essas mudanças para otimização do trabalho. 

Em outras palavras, as indústrias poderão promover um salto no seu desenvolvimento e levar o país a um lugar mais privilegiado no Índice Global de Inovação.

Dentro das indústrias, as maiores oportunidades são:

  • Integrar processos e tecnologias;
  • Oportunizar o surgimento e crescimento de startups;
  • Ampliar a produtividade;
  • Agregar mais qualidade ao produto final;
  • Cooperar com instituições de ensino voltadas à pesquisa, gerando ecossistemas de inovação;
  • Criar novos modelos de negócios.

Dessa forma, investir em inovação para a digitalização da Indústria 4.0 no Brasil é a oportunidade que o país precisa para se tornar mais competitivo e enfrentar os desafios da produtividade e comercialização em nível global.

Afinal, cada vez mais os consumidores não encontram fronteiras na hora de comprar produtos ou contratar serviços. Por esse motivo, é mais do que necessário se atualizar.

Agora, para entender melhor como funciona a indústria 4.0 no Brasil na prática, conheça as principais tecnologias que você pode (e deve!) implementar na sua empresa – pensando nesse novo momento do mercado.

Conheça as principais tecnologias que integram a Indústria 4.0 no Brasil

Chamadas de pilares da indústria 4.0, algumas tecnologias são indispensáveis para a transformação digital da Indústria 4.0 no Brasil.

Conheça agora algumas dessas tecnologias que estão ganhando cada vez mais espaço nas empresas e você pode aplicar na sua:

  1. Internet das Coisas (IoT);
  2. Inteligência Artificial (IA);
  3. Realidade Virtual (VR);
  4. Realidade Aumentada (AR);
  5. Big Data;
  6. Computação em Nuvem;
  7. Manufatura Aditiva (3D);
  8. Cyber Segurança;
  9. Integração de Sistemas;
  10. Sistemas Cyber Físicos (CPS);
  11. Machine Learning;
  12. Biologia Sintética.

De antemão, é importante compreender que essa mudança possui uma infinidade de possibilidades, por isso, é essencial entender as necessidades da sua empresa.

Primeiramente, após ler esse artigo completo sobre a Indústria 4.0 no Brasil, o primeiro passo é conhecer cases de empresas que realizaram essa transformação digital e analisar tudo: como foi feito o movimento e o que mudou. 

Em seguida, você terá conhecimento suficiente para olhar para dentro. Analise sua empresa, identifique as principais necessidades, objetivos e como isso poderá te ajudar.

Sendo assim, diante de tantas opções, cabe a cada indústria analisar suas demandas para verificar as tecnologias que mais podem trazer benefícios para o seu sistema produtivo. 

Por fim, vamos entrar agora na parte prática da conversa. Entenda agora o papel de um checklist eficiente nesse processo. 

Checklist Online: o segredo para a transformação na sua empresa

Mobilidade de equipamentos através da realidade aumentada, gerenciamento de ativos, sensores que captam informações e algoritmos que interpretam esses dados para disparar ações físicas. Estas são algumas aplicações das tecnologias que estão revolucionando a indústria e marcando essa quarta revolução industrial.

Mas, por trás disso, a tecnologia de checklist online garante que todo esse cenário realmente funcione.

O checklist online padroniza processos, otimiza e automatiza atividades importantes, como geração de indicadores e de relatórios, transformando a eficiência operacional de indústrias dos mais variados segmentos.

Como destaque no desenvolvimento dessa tecnologia está a Checklist Fácil. Uma empresa líder na América Latina no desenvolvimento de soluções para checklist digital.

Com o Checklist Fácil, é possível descomplicar atividades, ganhar tempo em todos os processos de checagem, reunindo dados e informações em um só lugar, na palma da mão. Além, é claro, de serem mais precisos, permitindo tomada de decisões mais assertivas. 

Por exemplo, é possível gerar relatórios e realizar agendamentos personalizados, aplicar checklists offline, criar diferentes painéis, planos de ação, controle de tarefas, históricos e desempenho, entre outros. 

Bem como garantir a integração total do trabalho, principalmente de setores mais operacionais, que demandam uma logística e organização assertivas.

Afinal, com a tecnologia de um checklist digital, não existem possíveis erros humanos e a qualidade é garantida, mesmo com tantas funcionalidades.

Atualmente, indústrias como BRF, Unilever, Ambev, Toyota e Siemens já usam as soluções Checklist Fácil. Só falta a sua empresa. 

7 passos para implementar as tecnologias da Indústria 4.0 

A implementação das tecnologias da Indústria 4.0 deve passar por uma série de etapas para que seja efetiva e não apresente riscos. Afinal, mudanças no modo de produção e gestão impactam toda a organização.

Entre as principais etapas para implementação estão:

1. Compreensão do conceito 

Primeiramente, os gestores precisam compreender o que é Indústria 4.0, seus impactos no cenário brasileiro e internacional e como devem inserir essas tecnologias na sua indústria. A boa notícia é que, após a leitura desse artigo, você já deu o primeiro passo!

2. Análise de cenário

É hora de olhar para dentro. Avalie onde sua indústria está no processo de digitalização e até onde deve ir, levantando sempre uma visão com três tipos de cenários: o real, o possível e o ideal.

3. Verificação das demandas

Analise quais processos precisam passar por uma automatização para a solução de gargalos. Nesse momento, é importante agir de forma estratégica para tomar decisões embasadas em necessidades reais.

Dica: comece fazendo essa mudança em casos específicos, como um projeto piloto e apenas depois vá disseminando essa transformação digital por toda a empresa, após conhecer melhor a realidade da implementação.

4. Pesquisa

Essa fase exige tempo e paciência. Um benchmarking pode ajudar. Mas, é preciso estar atento a fatores internos e externos, pesquisar cases de sucesso, fornecedores e descobrir quem e como esses parceiros podem contribuir na digitalização industrial.

5. Investimento estratégico

Aqui, pode ser interessante verificar quais são os incentivos governamentais e as linhas de crédito para a adoção de novas tecnologias antes de abrir o caixa.

Anteriormente, falamos sobre o interesse do país em aumentar a presença da Indústria 4.0 no Brasil, já que estamos ficando atrás de muitos países. Sendo assim, o apoio governamental pode ser uma realidade próxima.

6. Implementação e testes

Este é o momento de derrubar as resistências dos mais antigos na organização, resolver a questão da escassez de profissionais especializados, fazer o treinamento das equipes e, ainda, aprimorar as tecnologias de cibersegurança.

Por isso, os testes são muito importantes, para verificar dificuldades e encontrar soluções antes da implementação final.

7. Meça resultados

Segundo Robert Kaplan e David Norton, autores da metodologia Balanced Scorecard (BSC): “O que não é medido, não é gerenciado”. Sendo assim, use indicadores, métricas e KPIs para analisar o quanto a nova tecnologia implementada está retornando sobre o investimento realizado. 

Por fim, agora você já conhece a Indústria 4.0 no Brasil e está preparado para implementá-la em sua empresa, deixando-a ainda mais competitiva e atualizada para se destacar no mercado. 

Lembra que citamos o Checklist Fácil como um grande aliado para incorporar as inovações no seu negócio? Você pode saber mais sobre nossas funcionalidades clicando aqui ou então ver o que um dos nossos clientes fala a respeito da parceria que tem com a gente a seguir:

Produtora de Conteúdo em Checklist Fácil
Jornalista e especialista em Comunicação Empresarial, sou apaixonada por marketing, escrever, criar e inovar. Além disso, amo correr, ler, ver filme e curtir uma praia.
Estefânia Martins

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *