Retomada das atividades: 10 dicas para manter a saúde e a segurança no trabalho

Alguns setores estão estruturando o retorno da operação. Com isso, saúde e segurança no trabalho são as principais preocupações. Vem ver como se preparar para esse momento!

ícone autor blogpost Marina ícone data de postagem e atualização12/06/2020 ícone data de postagem e atualização27/10/2020 ícone comentários0 comentários ícone categoria principal Segurança do Trabalho ícone tempo de leitura 5 minutos
Compartilhe este Post  : 

A retomada das atividades, de maneira gradual, está sendo organizada em vários estados. Sabemos que o cenário não será como antes e os processos devem ser reestruturados. Nessa nova configuração, saúde e segurança no trabalho são as prioridades de qualquer negócio.

As empresas têm de estar bem informadas em relação às medidas de prevenção e aos cuidados que precisam tomar. Inclusive, além da proteção dos colaboradores e clientes, é importante atentar para as regras da fiscalização sanitária local.

Por isso, trazemos aqui orientações fundamentais para você se preparar para os próximos passos. O momento pede consciência e cautela para evitar a disseminação do coronavírus nos ambientes de trabalho. Vamos lá?

kit para retomada com saúde e segurança no trabalho

Ações prioritárias para saúde e segurança no trabalho

Neste momento, toda a atenção é voltada aos cuidados com saúde e segurança no trabalho. A situação exige prudência. Além disso, é responsabilidade de todos agir de forma a combater o contágio pela COVID-19.

Entendemos que, em vários contextos, não se tem a possibilidade de realizar home office ou manter um isolamento prolongado. Então, pensando nisso, apresentamos 10 dicas para apoiar as empresas em um retorno seguro às atividades. Confira as ações que estão ao seu alcance! 

1. Buscar fontes confiáveis

Com tanta informação chegando ao mesmo tempo e o movimento de notícias falsas (fake news) em evidência, é recomendado seguir as orientações de fontes confiáveis. Isso vai garantir que o seu negócio permaneça aberto e de acordo com as normas regulamentadoras.

Portanto, consulte documentações de órgãos oficiais para atender, de maneira adequada, às exigências necessárias para manter a saúde e a segurança no trabalho. Certamente, isso deixa os funcionários e os clientes mais tranquilos. 

Selecionamos, abaixo, alguns links que você pode usar para organizar a retomada das atividades da sua empresa:

2. Verificar orientações de saúde e segurança no trabalho da Vigilância Sanitária

Além da referência nacional da Vigilância sanitária, há, também, os protocolos e recomendações dos estados e municípios. Nessa situação específica, governadores e prefeitos tomam medidas distintas e, por isso, as regras variam de uma cidade para outra.

Por conta disso, é muito importante consultar os sites oficiais da prefeitura e do governo do estado em que sua empresa está localizada. Desse modo, é possível evitar penalizações ao seu negócio e garantir a saúde e a segurança no trabalho para os colaboradores.

3. Entender normas específicas do segmento

Além das orientações comuns a todas as empresas, cada ramo tem de tomar medidas específicas, de acordo com os riscos que as atividades oferecem. Isso varia muito e envolve muitos aspectos, como: forma de atendimento, tipos de produto, carga e descarga, organização do espaço etc.

Assim, observe quais são as recomendações direcionadas ao seu segmento. Essas informações podem constar no site do Ministério do Trabalho, da Anvisa ou, ainda, das associações dos setores. Com isso, você organiza os processos de prevenção que foram pensados especialmente para o seu tipo de negócio, o que é, certamente, mais efetivo. 

4. Criar rotinas de higienização para saúde e segurança no trabalho 

Passando para a parte prática, a prevenção é o caminho mais efetivo para a segurança, isso você já sabe. Portanto, uma rotina de higienização deve ser implementada, até que se torne um hábito.

Uma forma de fazer isso é realizando inspeções diárias de  limpeza e organização do ambiente, por meio de checklists. Repetir a atividade eleva o padrão de higiene do local, tornando a saúde e a segurança no trabalho cada vez mais efetiva.

Também é importante que todos os setores estejam cientes das práticas. Assim, há uma fiscalização interna, entre os próprios colegas. Isso contribui para agilizar e educar sobre a urgência desses processos.

5. Monitorar os processos de saúde e segurança no trabalho

Além de implementar uma rotina, é necessário garantir a sua aplicação. Portanto, verificar diariamente as atividades é uma etapa muito importante para que, de fato, o local de trabalho seja seguro a todos.

No início, é provável que você identifique não conformidades com alguma frequência. Elaborar planos de ação para solucioná-las acelera a padronização dos processos e a gestão de falhas.

6. Treinar os colaboradores

Quando falamos em desinfecção, todos devem fazer a sua parte. Afinal, basta que haja um foco de contaminação para que a doença seja disseminada. Por isso, esse conhecimento deve ser repassado a todos os colaboradores da empresa.

Assim, é indispensável realizar um treinamento com foco em saúde e segurança no trabalho. Dessa maneira, os funcionários entendem as normas detalhadamente e tomam os devidos cuidados dentro e fora do expediente.

7. Facilitar o acesso à informação

Cada empresa tem uma realidade e, às vezes, os funcionários podem não estar familiarizados aos novos processos. Por isso, não conte apenas com o treinamento. Mostre a importância de conhecer as práticas e ofereça conteúdo de qualidade aos colaboradores.

Isso pode ser facilitado fixando colagens com orientações em locais estratégicos. Murais, banheiros, copa, salas de uso comum são lugares mais visíveis, nos quais terá a circulação de pessoas (sem aglomerações, por favor!). Assim, em caso de dúvidas, os funcionários têm acesso ao material de forma rápida.

8. Disponibilizar equipamentos de proteção individual (EPIs)

O uso correto de EPIs está entre as recomendações da Organização Mundial de Saúde e contribui muito para a saúde e segurança no trabalho. Portanto, as empresas devem disponibilizar os utensílios necessários para todos os colaboradores e verificar se estão de acordo com as regulamentações.

Além disso, quando os equipamentos forem de uso único, é preciso realizar o descarte apropriado, em recipientes fechados. Se for o caso de reutilizáveis, há orientações específicas da ANVISA para a higienização dos EPIs

9. Orientar clientes, fornecedores e terceirizados

Dependendo da configuração do seu negócio, sabemos que é inevitável a circulação de pessoas no local. Por isso, esse pessoal também precisa ser orientado adequadamente, de modo a garantir a saúde e a segurança no trabalho.

Portanto, seja objetivo nas instruções desde a chegada, para minimizar as possibilidades de contágio. Inclusive, tenha EPIs disponíveis também para quem vem de fora, priorizando a prevenção e a integridade dos colaboradores.

10. Seguir as orientações básicas a qualquer negócio

Por fim, algumas instruções de saúde e segurança no trabalho são comuns a qualquer tipo de empresa. Portanto, dê a atenção devida a elas e proporcione um ambiente protegido a todos que frequentam o local:

  • Lavar as mãos regularmente;
  • Utilizar máscara ou lenço para tossir ou espirrar;
  • Respeitar o distanciamento social de 1,5 metros;
  • Higienizar os objetos, superfícies e maçanetas frequentemente;
  • Evitar aglomerações;
  • Afastar-se por 14 dias em caso de viagem recente;
  • Aderir à alternância de turnos;
  • Manter os ambientes abertos e ventilados;
  • Suspender o compartilhamento de louças;
  • Disponibilizar álcool em gel 70% e EPIs.

Já está se preparando para colocar tudo em prática no retorno? Padronize seus processos, proteja seus colaboradores e se mantenha regularizado nas normas da fiscalização sanitária. O Checklist Fácil é um sistema de checklist eletrônico utilizado em auditorias e vistorias. Conheça agora e inicie seus processos de checagem!

Marina

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *