Tudo o que você precisa saber para a higienização de EPIs adequada

O bem-estar e a integridade proporcionados pela segurança no trabalho impacta tanto a empresa quanto seus funcionários. Esse cenário depende de um conjunto de ações e uma delas é a higienização de EPIs. Vem saber como fazer isso de maneira adequada!

ícone autor blogpost Marina ícone data de postagem e atualização30/04/2020 ícone data de postagem e atualização13/07/2020 ícone comentários1 comentários ícone categoria principal Indústrias ícone tempo de leitura 4 minutos
Compartilhe este Post  : 

Para que os equipamentos de proteção individual (EPIs) sejam efetivos, eles têm que atender a alguns requisitos básicos. A limpeza é um deles! Assim, a higienização de EPIs é uma atividade primordial no dia a dia da indústria.

Certamente, no cenário atual, essa prática se tornou ainda mais relevante, considerando as ações fundamentais para a prevenção da COVID-19. Além disso, muitas operações lidam com substâncias que podem prejudicar os trabalhadores e, por isso, a proteção é indispensável.

Podemos afirmar que esses cuidados são tão importantes para os funcionários quanto para as empresas. Por isso, vamos compartilhar aqui tudo o que você precisa saber sobre a higienização de EPIs na indústria. Pega o caderninho para anotar!

A importância da higienização de EPIs

Primeiramente, a segurança deve ser prioridade em qualquer ambiente de trabalho. Quando falamos em indústrias, sabemos que várias ocupações estão expostas a riscos, sejam eles químicos, físicos, biológicos, ergonômicos ou acidentais.

Por isso, o uso e a conservação dos equipamentos é uma combinação primária para a indústria. A higienização de EPIs, da forma correta, é um compromisso com a integridade e o bem-estar dos colaboradores. Inclusive, essa ação impacta em várias frentes:

Dessa forma, a empresa é beneficiada em vários aspectos. Conta com um time saudável, cumpre as diretrizes, evita contaminações e garante a qualidade do produto ou serviço. Mas, o que é preciso fazer para limpar os materiais de forma adequada? É o que nós vamos te contar agora!

A higienização de EPIs adequada

Uma higienização de EPIs que funciona, leva em consideração alguns cuidados fundamentais. Isso porque o processo de limpeza não consiste em apenas lavar os materiais utilizados, mas sim, tomar todas as precauções para a não contaminação de ambientes e pessoas.

Por isso, todo o processo exige seguir rigorosamente algumas práticas, de modo que os responsáveis pela área sanitária também estejam devidamente protegidos. Pensando nisso, elencamos as etapas para realizar a higienização de EPIs adequadamente. Vamos lá?

1. Condições do ambiente

Antes de iniciar a tarefa, é preciso fazer uma inspeção no local em que o trabalho de limpeza de materiais será realizado. Assim, o primeiro ponto de atenção é definir um local apropriado e exclusivo para receber, conferir, higienizar, desinfectar e secar os equipamentos. 

Além disso, os EPIs e produtos de limpeza utilizados devem ser armazenados adequadamente e estar de acordo com a legislação. Esse aspecto requer muita atenção, pois, garante que a limpeza é, de fato, efetiva.

Outra ação que merece destaque é o comportamento dos funcionários nos ambientes que exigem o uso de EPIs. Evitar tocar em superfícies e materiais que não estão sendo diretamente utilizados, principalmente, para que não haja a transferência de micro-organismos.

Por fim, para que as condições do ambiente sejam mantidas, o time tem que ser treinado sobre como se comportar e como utilizar os equipamentos. Isso vale tanto para os responsáveis pela higienização de EPIs quanto para os demais colaboradores que fazem uso dos instrumentos no seu dia a dia.

2. Preparação dos responsáveis

A preparação dos funcionários que realizam a limpeza dos equipamentos é obrigatória. Primeiro,reúna todo o material que será utilizado para realizar a higienização. Isso evita o contato excessivo com produtos e superfícies durante o processo, já que será necessário encostar em objetos já contaminados.

Após a seleção dos itens, o colaborador precisa retirar qualquer tipo de acessório que estiver usando (anéis, pulseiras, relógios, entre outros). Então, antes de vestir os EPIs para iniciar a limpeza, o responsável deve fazer a higienização das mãos com sabão neutro por, pelo menos, 20 segundos.

Feito isso, é hora de colocar máscara, luvas, capacete, óculos, avental, botas, entre outros tipos de protetores, de acordo com a recomendação da empresa, considerando os riscos envolvidos na higienização de EPIs utilizadas no local

3. Processos de higienização de EPIs

Feita a preparação, a limpeza começa! Antes de mais nada, siga as recomendações do fabricante para higienização, pois, as práticas variam de acordo com a marca e o material dos instrumentos.

Caso haja resíduos nos utensílios, retire e descarte adequadamente. Só então começa o processo de esfregar com pano úmido e produto (podendo ser: detergente neutro, indicação do fabricante ou registrado pela ANVISA). Vale lembrar que alguns itens devem ser submetidos à imersão para que a limpeza seja efetiva.

Após fazer a lavagem conforme as instruções, o enxágue é feito com água limpa ou pano úmido. Para a secagem, pode ser utilizado um pano limpo ou dispor em local arejado para que a água evapore.

Os produtos de limpeza e os equipamentos que não podem ser reaproveitados são descartados em local apropriado e pré-definido. Finalizada essa etapa, o ambiente e as superfícies precisam ser higienizadas, devido o contato com materiais contaminados.

4. Retirada dos equipamentos utilizados 

Tudo limpinho, então já acabou, né? Não mesmo! A retirada dos EPIs do responsável pela higienização é tão importante quanto o restante do processo. Para que esse profissional não seja infectado, os cuidados são mantidos neste momento.

Portanto, o funcionário deve se manter em alerta para evitar a autocontaminação no contato com os equipamentos a serem retirados. O primeiro item a remover são as luvas. Isso porque, elas tiveram contato com objetos não desinfectados e, encostá-las em todo o corpo provocaria mais disseminação.

Feito isso, os outros utensílios devem ser retirados, exceto os que ficam no rosto. Isso porque o risco de contato com as mucosas é mais propício nessa área. Então, mantenha-se com os óculos e a máscara, realize a higienização das mãos e, só então, retire os equipamentos que faltam.

Descarte adequadamente os EPIs não reutilizáveis e guarde em local apropriado para higienização posterior aqueles que podem ser reaproveitados. Assim, se houver algum risco, não haverá disseminação para outros ambientes.

A saúde e a segurança do trabalho não pode ser negligenciada, principalmente, em tempos de pandemia! Por isso, criamos um modelo de checklist para a higienização de EPIs, assim, você não esquece de nenhum dos cuidados! Baixe agora!

Checklist para higienização de EPIs

*Este material foi produzido com base em orientações constantes no Procedimento 1 e no Protocolo 8 da ANVISA.

Marina

Posts Relacionados

One Reply to “Tudo o que você precisa saber para a higienização de EPIs adequada”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *