Veja como otimizar o seu controle de carga e descarga

Ter o controle de carga e descarga é importante para evitar prejuízos com entregas atrasadas, bem como insatisfações dos seus clientes. Mas como realizar essa atividade de forma eficaz? A gente te conta!

Tempo de leitura: 7 minutos
Profissional ajudando no controle de carga e descarga

Quem atua na área de transporte e logística já deve ter se deparado com questões como atrasos na entrega e avarias nas mercadorias. Pois é justamente para evitar problemas como esses que o controle de carga e descarga se torna tão indispensável.

Quando falamos em controle, estamos nos referindo a um acompanhamento mais próximo e à otimização do processo como um todo. Para isso, a melhor alternativa consiste na utilização de tecnologias da informação, que permitem o acesso rápido e seguro a dados e indicadores.

Quer saber mais sobre a atividade de controle de carga e descarga, incluindo como realizá-la de forma eficiente? Siga sua leitura que a gente te conta tudo!

O que é controle de carga e descarga?

Antes de qualquer coisa, é preciso deixar claro os conceitos de carga e descarga. Carga é o processo de adicionar produtos a um veículo para que eles sejam transportados. Enquanto que a descarga consiste na retirada dos mesmos quando chega ao destino final.

Sendo assim, o controle de carga e descarga é a atividade que visa garantir que tudo isso ocorra de forma adequada. Isto é, no tempo estimado, com a segurança desejada e preservando as mercadorias.

Como você pode perceber, esse procedimento está diretamente relacionado com a qualidade da entrega, bem como à satisfação dos clientes. Isso porque os produtos podem ser facilmente danificados ou quebrados em uma das etapas, caso não sejam adotados os cuidados necessários.

Logo, o controle de carga e descarga tem como objetivo principal garantir que os processos sejam cumpridos. Gerando benefícios claros ao negócio, ao consumidor e até mesmo aos profissionais envolvidos

Afinal, ao garantir a realização dos procedimentos de acordo com a lei, você também está preservando a saúde e segurança do trabalho.

Qual a importância de realizar o controle de carga e descarga?

Como mencionamos, esse controle é importante para garantir o cumprimento dos processos envolvidos na carga e descarga. Consequentemente, ele é essencial para preservar seus produtos e prevenir perdas que impactam diretamente no seu faturamento.

Um dos maiores desafios enfrentados pelas empresas que possuem logística própria é lidar justamente com essa perda de cargas. Afinal, as causas podem ser diversas, desde o manuseio inadequado das cargas até o descumprimento da rota previamente estabelecida.

Quando isso ocorre, algum cliente deixa de ser atendido, gerando sua insatisfação, bem como comprometendo a reputação da marca. Esse tipo de problema também encarece o custo do frete, o que pode levar à redução nas vendas.

Nesse cenário, adotar boas práticas no controle de carga e descarga deixa de ser apenas importante, ganhando um viés mais estratégico e competitivo para o seu negócio.

Além disso, com esse processo acompanhado de perto, os profissionais sabem exatamente o que precisam fazer e têm consciência de que estão sendo observados. Elevando, assim, o seu desempenho e reduzindo as ocorrências que, dependendo do tipo, poderiam causar afastamentos ou mesmo demissões.

Assim, em resumo, podemos apontar como principais benefícios dessa ação:

  • Melhora a produtividade dos colaboradores;
  • Otimiza e agiliza o tempo das entregas;
  • Reduz os gastos indevidos;
  • Diminui as perdas de produtos.

Quais são os problemas mais comuns no processo de carga e descarga?

Antes de falarmos sobre como otimizar o controle de carga e descarga, é imprescindível apontar os problemas que podem ocorrer durante esse processo. A intenção é ajudá-lo a evitar e principalmente resolver cada um deles, uma vez que podem ser extremamente prejudiciais às empresas.

Falta de local para estacionar 

Centros de distribuição e grandes avenidas, por exemplo, são locais de grande movimentação de veículos e nem sempre possuem áreas que permitam paradas. Sendo assim, pode ser complicado encontrar um local seguro para estacionar e aguardar a vez para carregar ou descarregar.

Logo, os motoristas são obrigados a esperar em locais sujeitos a multas, acidentes e roubos, arriscando a própria integridade e segurança da carga.

Danos ao veículo durante a carga e descarga

Batidas, arranhões e amassados são comuns durante o processo de carga e descarga. Isso pode ocorrer devido à falta de cuidados dos profissionais ou mesmo pela infraestrutura precária do local.

Sendo assim, é um ponto que precisa ser pensado pelas empresas que contam com esse serviço, uma vez que pode fazer com que muitos profissionais evitem realizar o trabalho.

Tempo de duração do processo de carga e descarga

Outra queixa comum é o tempo que eles perdem tanto no momento da carga quanto na descarga. Isso é prejudicial tanto para o trabalhador, que tem uma quantidade específica de entregas que deve realizar, quanto para a empresa, que precisará pagar hora extra ou promover mudanças de rota.

Além disso, se o prazo da entrega for comprometido, também irá gerar transtornos junto aos clientes. Deu para perceber que é um problema que não existem vencedores, né?

Justamente para evitar esses transtornos, foi atualizada recentemente a Consolidação das Leis de Trabalho para o motorista que realiza essa atividade no dia a dia. Conheça mais sobre ela a seguir!

Qual lei deve ser seguida nessa atividade?

Por mais que a empresa possua regras e procedimentos internos direcionados à carga e descarga, o responsável pelo controle precisa se atentar  ao que determina a lei.

No caso, deve conhecer a lei nº 13.103, instituída em 2015 – que veio para atualizar a lei nº 5.452, de 1943. Ela rege essa atuação e estabelece diretrizes que devem ser seguidas no dia a dia. Especialmente pensando em minimizar os problemas relatados acima.

Os principais pontos que ela traz são:

  • Prazo máximo: O prazo máximo para carga e descarga é de 5 horas, contadas a partir da chegada do veículo no endereço indicado. Em caso de descumprimento, será cobrado do Transportador Autônomo de Cargas (TAC) ou da Empresa de Transporte Rodoviário de Cargas (ETC) o valor de R$ 1,38 por tonelada/hora ou fração de tempo acima do permitido;
  • Cálculo da indenização do tempo de espera: A indenização paga em caso de tempo de espera acima do permitido equivale a 30% do salário;
  • Jornada de trabalho: Permite estender a jornada de trabalho por até 4 horas extraordinárias, desde que previsto em convenção ou acordo coletivo;
  • Tempo de repouso: É obrigatório que o motorista repouse 11 horas entre jornadas. É possível fracionar em 8 horas contínuas, sendo que as 3 horas restantes podem ser usufruídas ao longo das demais 16 horas;
  • Exames: A realização de exame toxicológico é obrigatória – tanto na admissão quanto demissão.

A intenção por trás dessa lei é oferecer uma condição de trabalho mais adequada aos profissionais envolvidos. Afinal, não podemos esquecer que, além de muitos carregarem peso, ainda precisam encarar o trânsito e cumprir metas bastante audaciosas. 

Portanto, é importante que o responsável por esse controle de carga e descarga tenha ciência também dos seus deveres, a fim de evitar multas e, ao mesmo tempo, garantir a integridade da equipe.

Como realizar um controle de carga e descarga eficiente?

Agora que você entendeu que o controle de carga e descarga é uma atividade que deve ser tratada como prioridade, chegou a hora de dar o próximo passo. Isto é: promover melhorias nesse processo.

Veja a seguir algumas boas práticas e passos que, ao serem seguidor, irão ajudar nessa missão:

1. Planeje o processo de carga e descarga com antecedência

Você sabia que um dos principais motivos para os atrasos na carga e descarga é a falta de planejamento? Isso faz com que as empresas sejam obrigadas a coletar ou entregar uma mercadoria sem todas as informações que necessita.

Sendo assim, não faça nada sem antes planejar. Para isso, tenha em mãos todos os dados relevantes, como horários e trajetos. Lembre-se que em algumas cidades, há restrição de circulação de determinados veículos, como caminhões. Portanto, esteja sempre atualizado para evitar transtornos e problemas legais.

Aqui, é indispensável utilizar um sistema que integre os dados e forneça as análises que você necessita, em tempo real.

O Checklist Fácil, por exemplo, conta com dashboards personalizados para que você consiga gerenciar as checagens, inspeções e auditorias realizadas durante a carga e descarga. 

Com os gráficos gerados, você identifica reincidências automaticamente a partir do registro das não conformidades desse processo, otimizando o seu planejamento no dia a dia.

Funcionalidade que ajuda no controle de carga e descarga

2. Agrupe as entregas por categorias

Essa atividade é indispensável pois torna o controle de carga e descarga mais estratégico, evitando deslocamentos desnecessários e desperdício de tempo. Mas como fazer? Uma dica é agrupar suas coletas por características, que podem ser:

  • Tamanho da carga;
  • Região da descarga;
  • Ordem de entrega.

Se você tiver alguma carga perigosa, como sólidos inflamáveis e materiais corrosivos, é importante redobrar os cuidados e, preferencialmente, isolá-los dos demais. Afinal, se tiverem contato com algum alimento, por exemplo, podem causar danos à saúde das pessoas ou animais.

3. Esteja presente durante todo o processo

É importante que o responsável acompanhe de perto o processo de carga e descarga, para evitar demoras e outros problemas que possam ocorrer. 

Quer um exemplo? Alguns caminhoneiros aproveitam as paradas para realizarem outras atividades, enquanto mantêm o caminhão estacionado na empresa. Outros, ainda, não utilizam os ítens de segurança (EPIs) que visam prevenir a ocorrência de acidentes durante essa tarefa.

Se o gestor estiver próximo, nada disso irá ocorrer!

Em contrapartida, se surgir algum problema na conferência de um documento, uma avaria nas mercadorias ou outro incidente, ele pode ser prontamente solucionado. Sem que isso prejudique o andamento do processo.

Uma funcionalidade do Checklist Fácil que auxilia nesse ponto é a possibilidade de preencher um plano de ação no momento em que uma não conformidade é detectada na aplicação do checklist. 

Se o problema é a falta de uso dos equipamentos de proteção e a justificativa é que a empresa não os disponibilizou, é possível dispor essas informações no plano de ação, visando garantir que seja solucionado pelos setores competentes.

Funcionalidade que ajuda no controle de carga e descarga

4. Faça a conferência dos documentos

Não existe controle de carga e descarga sem a conferência da documentação. Isso porque os documentos devem estar de acordo com a carga transportada, para evitar falhas nas entregas ou mesmo problemas legais.

Sendo assim, confira se está tudo em ordem e, junto a isso, veja o estado das embalagens – e se estas estão acondicionadas conforme as instruções.

Lembre-se que a falta de conferência na carga pode gerar atrasos lá na frente, no momento em que os itens estão sendo entregues. Portanto, é uma ação preventiva que, certamente, gera benefícios.

5. Treine a sua equipe

É essencial que seus colaboradores tenham conhecimento sobre o processo como um todo, para que se tornem igualmente responsáveis por ele. 

O que significa que precisam conhecer os passos que devem ser seguidos, os equipamentos considerados indispensáveis e seus direitos e deveres – de acordo com a lei.

Além disso, não custa mantê-los atualizados sobre as regras de trânsito, para evitar multas, acidentes e outros problemas que podem surgir durante o trajeto. 

6. Utilize soluções tecnológicas

A tecnologia é uma aliada para desburocratizar o controle de carga e descarga, bem como agilizar o processo operacional como um todo

Quando falamos nela, porém, não estamos apenas nos referindo às máquinas, empilhadeiras e robôs que fazem o trabalho pesado. Mas também às inovações que permitem a gestão de dados e processos, tornando, assim, o dia a dia da sua empresa mais inteligente e eficiente.

O Checklist Fácil, que já mencionamos algumas funcionalidades acima, é um ótimo exemplo de ferramenta que automatiza procedimentos indispensáveis para um controle ágil. Isso porque ele possibilita a realização de vistorias e checagens de forma online, promovendo a integração desses dados.

Assim, você consegue acompanhar os processos relacionados à carga e descarga e agiliza as entradas e saídas, além de reduzir o tempo gasto na geração de relatórios.

Nosso software pode ser utilizado em diversos outros processos relacionados, como:

Conheça o Checklist Fácil e veja como podemos otimizar o controle de carga e descarga. Converse com um dos nossos consultores e agende uma demonstração gratuita agora mesmo!

Produtora de Conteúdo em Checklist Fácil
Jornalista e especialista em Comunicação Empresarial, sou apaixonada por marketing, escrever, criar e inovar. Além disso, amo correr, ler, ver filme e curtir uma praia.
Estefânia Martins

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *