O que é o cruzamento de dados e como implementar na sua empresa

O cruzamento de dados é um processo que permite que uma empresa consiga identificar uma série de tendências de mercado e usá-las ao seu favor. Assim, além de otimizar processos, pode possibilitar um crescimento mais rápido do negócio. Entenda, agora, os benefícios dessa prática.

Tempo de leitura: 7 minutos
Grupo de pessoas em um escritório trabalhando no cruzamento de dados

O cruzamento de dados é um processo crucial para que gestores possam tomar decisões mais estratégicas para sua equipe. É a partir dele que será possível conseguir mais clareza nas informações e nos números da companhia.

Contudo, ainda é comum encontrar líderes que não sabem como fazer uma análise cruzada de dados. Por isso, é essencial conhecer os elementos necessários desse processo para os atingir os resultados esperados.

Neste artigo você verá o que é o cruzamento de dados e como aplicar essa prática no seu negócio. Quer saber mais? Acompanhe a leitura!

O que é o cruzamento de dados?

O cruzamento de dados é um método de aperfeiçoar os seus processos e serviços a partir de uma nova interpretação de informações. O objetivo é analisar os dados sob uma nova ótica.

Como benefício, a empresa terá novos insights e práticas que poderão ser aplicadas em sua rotina. Para que isso seja possível, é vital que sua organização tenha dados relevantes e atualizados em mãos.

Imagine que sua empresa está com vendas altas de um produto X ao longo dos últimos meses. Esse dado, caso analisado de forma isolada, tem pouco a agregar para os fluxos de trabalho.

No entanto, ao buscar informações sobre as novas tendências de consumo ou o perfil dos seus clientes, você poderá fazer essa análise cruzada de dados. Ao colocar as duas informações juntas, será possível encontrar respostas.

Esse entendimento vai permitir que sua empresa compreenda os motivos que fizeram tal produto aumentar suas vendas. Além disso, possibilitará que você estruture melhor seu processo de vendas, planeje melhor o orçamento ou busque novas estratégias para continuar comercializando outros itens.

Por que fazer a análise cruzada de dados?

Como você entendeu, o cruzamento de dados é uma estratégia que possibilita que uma empresa consiga aperfeiçoar suas práticas. O intuito é aprimorar processos de forma mais assertiva.

Adicionando as análises cruzadas de dados às suas rotinas, a empresa terá em mãos informações atualizadas e extremamente úteis. Dessa forma e a partir delas, será possível desenvolver novos planejamentos — cada vez mais eficazes.

Por isso, fazer esse cruzamento é tão importante. Em geral, analisar dados de forma isolada — e sem considerar o contexto — pode levar empresas para caminhos errados.

É preciso analisá-los sob diferentes circunstâncias e perspectivas, pois só assim será possível atestar sua validade para o processo de tomada de decisão da empresa.

Tudo isso é possível com o avanço das novas tecnologias. Anteriormente, conduzir pesquisas e avaliar dados era um processo complexo e, por vezes, excessivamente demorado. Com o auxílio de ferramentas digitais, esse processo ficou mais prático.

Como implementar o cruzamento de dados no meu negócio? 

Agora que você entende o papel que o cruzamento de dados exerce no seu negócio, é natural que se questione: mas como posso implementar isso no meu negócio? Esse é, possivelmente, o principal ponto que causa dúvidas ou algum tipo de confusão.

Entretanto, aplicar a análise cruzada de dados no seu negócio é um processo mais simples do que possa soar em um primeiro momento. Pensando nisso, separamos quatro passos básicos para tal.

Acompanhe:

1. Coletar dados

O primeiro passo para fazer um cruzamento de dados de sucesso na sua empresa consiste em coletá-los. Ou seja, contar com informações atualizadas sobre seus processos e clientes para estruturar as próximas etapas.

O ponto positivo aqui é que há uma série de formas de se conseguir esses dados. O primeiro deles é a partir de pesquisas com seus consumidores. Elas podem ser quantitativas ou qualitativas.

Nas quantitativas, você pode fazer um questionário simples — por e-mail ou aplicado no estabelecimento, por exemplo — com os seus consumidores. O objetivo é, com perguntas centrais, entender os motivos que fizeram escolher seu produto e como eles podem avaliar o atendimento, por exemplo.

Nas qualitativas, por sua vez, as perguntas são um pouco mais abertas. Por isso, pode ser necessário contar com um grupo focal. Essa estratégia é muito utilizada por empresas que buscam lançar um novo produto no mercado.

Entretanto, além de “ir a campo” buscar essas informações, as empresas também podem coletá-las em bancos de dados públicos. Há uma série de órgãos e instituições que realizam pesquisas regularmente.

Assim, você pode usar esses dados obtidos e cruzar com informações da sua empresa. Desse modo, conseguirá insights valiosos para aplicar no seu negócio.

2. Filtrar informações

Com os dados em mãos, você pode dar início à segunda etapa desse processo: a filtragem de informações. Isso significa que, embora todos os dados sejam importantes, cada um terá uma função diferente.

Por isso, é interessante usar os dados específicos para cada tipo de pesquisa. Desse modo, as revelações que ele indicar serão, de fato, úteis para a sua empresa.

Isso significa que, com apenas uma pesquisa, você pode desdobrar uma série de processos. Cada um terá um objetivo diferente — o que será vantajoso para diversos setores da sua empresa.

Além disso, não esqueça que é vital pensar em segurança para esse armazenamento. Portanto, a empresa deve estar atenta à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) para não cometer infrações.

3. Cruzar dados

Após os dois passos acima, você agora está apto a cruzar os dados. Isso significa usar duas ou mais informações e buscar encontrar pontos onde elas podem se relacionar. Será a partir daí que sua empresa obterá os insights necessários.

Dessa forma, você poderá identificar correlações ou inconsistências entre eles. Consequentemente, será uma estratégia para validar as informações obtidas.

Na prática, isso significa interpretar os dados selecionados anteriormente e analisá-los de forma técnica a fim de chegar a uma conclusão. Como resultado, você terá informações para embasar novas ações. Além disso, poderá entender mais sobre os processos da sua empresa, seus clientes e, até mesmo, sobre o mercado. 

Em linhas gerais, esse cruzamento pode gerar quatro tipos de análises. São elas:

  • Diagnóstica;
  • Prescritiva;
  • Preditiva;
  • Descritiva.

Na análise diagnóstica, o objetivo é estudar sobre ações e processos que já aconteceram. O intuito aqui é encontrar possíveis relações de causa e efeito entre dois momentos distintos. 

Já na análise prescritiva, como o nome já sugere, o seu propósito é indicar uma ação. Ou seja, após o cruzamento de dados a empresa consegue fazer projeções que apontam para possíveis novas decisões a serem tomadas.

A análise preditiva, por sua vez, tem como objetivo auxiliar a empresa a visualizar alguns cenários possíveis para o futuro. Assim, não indicam uma ação, mas é um processo mais de observação.

Por último, a análise descritiva é um processo constante. Ela funciona para avaliar de forma regular os processos da empresa e entender como eles se comportam sob diferentes contextos.

4. Tomar decisões

Após todos esses passos, você pode finalmente tomar suas decisões. Com uma análise cruzada de dados bem orientada, essa fase se torna bem mais simples — além de conseguir trazer uma série de resultados positivos.

Essas decisões podem ser com intuito de otimizar processos, desenvolver novas estratégias ou simplesmente entender tendências. Assim, os fluxos de trabalho se tornam mais assertivos e ágeis.

Quais os principais benefícios que o cruzamento de dados oferece às empresas? 

A análise cruzada de dados é um processo simples e com um grande potencial positivo para as empresas. Por isso, você conhecerá agora os principais benefícios de investir nesse processo.

Ajudar na tomada de decisão

Como você viu, é essencial que você, na posição de gestor, utilize os insights obtidos no cruzamento de dados para suas decisões. Afinal, com informações mais concretas, é possível ter mais clareza nesse processo.

Em linhas gerais, as melhores decisões para uma empresa são aquelas que, de fato, têm o potencial de entregar impactos positivos. E, para isso, é preciso que elas tenham como base as informações atualizadas.

Desse modo, você pode entender cenários e tendências. Consequentemente, as tomadas de decisões podem ir diretamente de encontro a eles — o que pode trazer diferenças para uma empresa já no curto prazo.

Identificar cenários de risco

Embora muito se fale sobre as oportunidades que o cruzamento de dados traz, é importante destacar o seu papel na avaliação de riscos. O motivo para isso é que, ao avaliar tendências, a empresa pode perceber se uma prática ou processo já está defasado.

Assim, quanto mais rápido sua equipe conseguir agir em busca de soluções, mais ágil será a resolução. Além disso, o potencial negativo que essa situação pode trazer é minimizado.

Essa prática também serve para identificar cenários de mercado, como, por exemplo, o surgimento de um novo concorrente. Assim, a empresa já estará preparada para contornar essas situações de forma eficaz.

Otimizar processos e práticas

Um outro benefício claro da análise cruzada de dados está na otimização de processos e práticas da sua empresa. Isso vai gerar uma melhora na produtividade e pode ampliar o faturamento.

Imagine, por exemplo, que após o cruzamento de informações, ficou claro que seus consumidores não estavam satisfeitos com determinada prática de sua empresa. Ao identificar esse cenário, você pode atualizar esse processo ou até mesmo substituí-lo.

Assim, além de garantir uma maior satisfação dos clientes, você consegue uma melhor utilização dos seus recursos. No médio e longo prazo, isso pode ser responsável por representar uma redução nos custos.

Apresentar novas oportunidades de negócio

Além dos pontos acima, o cruzamento de dados também é fundamental para apresentar novas oportunidades de negócios para a sua empresa. Como você viu, esse processo é de uma importância para a identificação das tendências de mercado.

A partir desse entendimento, sua empresa pode perceber novos nichos em que pode atuar ou produtos que pode desenvolver. Dessa forma, pode ampliar seu relacionamento com os clientes, conseguir novos e expandir seu faturamento.

Contudo, para que isso seja possível, é essencial contar com dados atualizados. De pouco adianta usar dados de anos atrás para elaborar a sua estratégia. Quanto mais recentes forem, maior será o seu potencial positivo.

Como a tecnologia pode auxiliar nesse processo?

O cruzamento de dados, como você entendeu, tem grande potencial positivo para a sua empresa. Além disso, é possível contar com o suporte da tecnologia para otimizar ainda mais esses processos. Saiba como:

Agilizar processos

Ao ter em mãos uma série de bancos de dados, é preciso filtrá-los e cruzá-los. No entanto, de forma manual esse processo pode ser bem complexo e demorado — o que também aumenta as chances de erro.

Por isso, pode ser importante contar uma solução que realize esses procedimentos de forma automática. Assim, além de ganhar tempo, as possibilidades de erros no cruzamento são quase inexistentes.

Elaboração de dashboards

Outra vantagem da tecnologia está na elaboração de dashboards personalizados. Eles, além de agilizarem o processo de análise, criam representações visuais em tempo real, que facilitam a identificação de oportunidades.

Criar um checklist de etapas

Na configuração de um checklist de etapas, o uso da tecnologia garante o cumprimento de todas as fases do cruzamento de dados. Por meio de um software de gestão da informação, é possível criar listas de avaliação para assegurar que todas as etapas do checklist serão atendidas.

Com o apoio da Checklist Fácil, a sua empresa tem à disposição uma ferramenta digital completa para otimizar processos e oferecer todas vantagens como as citadas acima, além de outras como:

  • Relatórios automatizados e personalizados que auxiliam na tomada de decisões com mais agilidade;
  • Acompanhamento em tempo real por parte da equipe;
  • Automatização dos processos, que permite aos colaboradores foco em atividades mais estratégicas e aumento da produtividade;
  • Precisão nas informações.

Por isso, se a sua empresa deseja aplicar o cruzamento de dados e extrair os melhores resultados desse processo, é fundamental contar com o apoio da tecnologia. Além de auxiliar na melhor gestão das informações, um software de gestão da informação contribuirá para gerar os melhores insights nas tomadas de decisões estratégicas, reduzir riscos e otimizar processos.

Quer entender melhor sobre os benefícios do Checklist Fácil? Então agende agora uma demonstração gratuita da ferramenta.

Especialista em Produto em Checklist Fácil
Especialista na solução Checklist Fácil, procuro colocar em cada conteúdo minha experiência e conhecimento. Assim, ajudo as empresas e seus colaboradores a terem mais qualidade e eficiência no trabalho.
Luciana Silva

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *