Por que ser uma empresa sustentável é essencial? Descubra agora!

Uma empresa sustentável é aquela que se preocupa com os recursos naturais, humanos e financeiros. Mas será que vale a pena investir tempo e dinheiro para transformar-se em uma? Continue a leitura e descubra!

Tempo de leitura: 6 minutos
Profissionais em uma reunião sobre as ações de empresa sustentável

Certamente você já ouviu falar do termo “empresa sustentável”. De fato, ele vem ganhando cada vez mais destaque, gerando algumas dúvidas e afirmações controvérsias. Antes de qualquer coisa, saiba que para ser sustentável, não basta apenas plantar algumas árvores, cuidar da natureza e respeitar as normas ambientais. 

Na verdade, as empresas devem começar a pensar suas ações de crescimento econômico de forma que não gerem impactos no meio ambiente. E, ao mesmo tempo, que colaborem para o desenvolvimento da sociedade como um todo.

Mas afinal, como promover a sustentabilidade empresarial e quais as vantagens de fazer isso? Essas e outras respostas você irá obter a partir de agora. Continue a leitura!

O que significa ser uma empresa sustentável?

Uma empresa sustentável é aquela que planeja suas ações econômicas contemplando atitudes éticas, conscientes e que colaboram para um mundo melhor. Ou seja, antes de colocar seus planos em prática, ela analisa se haverá algum impacto no meio ambiente e se, de alguma forma, estará beneficiando as pessoas ao seu redor.

Como mencionamos, há uma enorme confusão quando pensamos no conceito de sustentabilidade. A maioria das pessoas o vincula apenas a uma postura ecologicamente correta. Claro que respeitar e cuidar do meio ambiente é uma atitude importante, porém esse é apenas um requisito. 

Sendo assim, uma empresa sustentável é aquela que é concebida e gerenciada para ser perene, para colaborar com o desenvolvimento da sociedade e, ainda, contribuir para o progresso da humanidade

Nesse sentido, ela não pode esgotar os recursos naturais para que seus objetivos do negócio sejam atingidos, por exemplo. Ao mesmo tempo, precisa promover ações que beneficiem os colaboradores, os moradores próximos e até mesmo fornecedores. E, em meio a tudo isso, deve garantir a continuidade da empresa em si. 

Em resumo, podemos dizer que, para obter crescimento sustentável, as empresas devem alcançar suas metas e se desenvolver sem que prejudiquem o meio ambiente e a sociedade.

Qual a importância da sustentabilidade empresarial?

Além de preservar o meio ambiente, ser uma empresa sustentável é uma forma de mudar a imagem junto aos consumidores.

Isso porque, nos últimos anos, os problemas ambientais vêm crescendo consideravelmente, fazendo com que as pessoas se tornem mais conscientes – cobrando o mesmo das empresas.

De acordo com o IBGE, há 5 problemas ambientais principais que vem preocupando no Brasil. São eles:

  1. Queimadas;
  2. Desmatamento;
  3. Poluição da água;
  4. Assoreamento;
  5. Poluição atmosférica.

Sendo assim, o cliente busca produtos e serviços oferecidos pelas organizações que, de fato, têm a preocupação em reduzir esses problemas. Ou seja, que repensa seus processos diariamente para adotar sempre as melhores práticas.

Portanto, quem seguir essa linha, tende a se destacar e se tornar ainda mais valorizado.

Desde uma embalagem reciclável até produtos produzidos com o mínimo de impacto ambiental – tudo é válido. E se você oferecer algum benefício para as pessoas que vivem no entorno, como a revitalização de uma praça ou a sua priorização na hora da contratação, melhor ainda!

Logo, além de se tornar ecologicamente correta, a sustentabilidade é importante para a sua empresa porque é uma forma de sobreviverem frente a uma concorrência mais acirrada. Demonstrando que, mais do que lucrar, você se preocupa com o futuro das pessoas e do mundo.

Afinal, como ser uma empresa sustentável?

Para ser uma empresa sustentável, você deve gerenciar de forma equilibrada 3 ativos essenciais: recursos naturais, humanos e financeiros. Explicaremos cada um deles a seguir:

Recursos naturais

A primeira coisa que você deve fazer é analisar seus processos e produtos, bem como os recursos naturais que utiliza para que tudo isso funcione. 

Para ser sustentável, o ideal é que você use os recursos em uma taxa menor do que a velocidade com que eles se regeneram. Ou seja: que você tire menos do que a natureza repõe – para que não haja falta.  

Avalie, por exemplo, qual o impacto que a sua atividade econômica gera na natureza, na fauna e na flora. Pesquise qual a sua fonte de energia principal e se é possível fazer melhorias nesse sentido. 

Para tomar qualquer medida efetiva, você precisa estudar em detalhes todos esses pontos. Somente com responsabilidade, monitoramento e adaptabilidade é possível transformar a sua empresa em sustentável.

Recursos humanos

Para que a sua organização sobreviva e, ao mesmo tempo, seja sustentável, você precisa focar sua atenção nos colaboradores e pessoas externas, que valorizam o que você oferece. Ou seja: garanta que esses dois grupos sempre irão existir.

Quanto aos colaboradores, procure respeitar e valorizar as pessoas que ajudam o seu negócio a alcançar os objetivos. Para isso, não deixe de realizar ações de Segurança do Trabalho, a fim de prevenir a ocorrência de acidentes e doenças ocupacionais, que prejudicam diretamente na saúde física e mental do profissional.

Aqui, vale apostar também na diversidade na hora da contratação. Assim, você junta perfis variados – o que é essencial para se adaptar às mudanças que a sociedade vem sofrendo. 

Já em relação ao público externo, busque ser sempre ético e autêntico. Afinal, com a internet, um desvio de conduta é facilmente descoberto. 

Lembre-se que, mais do que um produto ou serviço, as pessoas buscam marcas com quem se identificam

Recursos financeiros

Em um cenário ideal, empresas que utilizam com eficiência os recursos naturais e humanos são valorizadas pelos consumidores e, portanto, possuem sustentabilidade financeira. Porém, nem sempre é assim que acontece.

Isso porque algumas ações de sustentabilidade demandam um alto investimento e precisam de incentivos externos para que sejam tiradas do papel – como leis e cobrança por parte do consumidor.

Ainda assim, é possível começar com pequenas iniciativas, como diminuição de desperdícios e um uso mais eficiente da energia. Além de promover ganhos financeiros, é uma forma de entrar nesse mundo sustentável que possui tantas frentes.

Principais vantagens de possuir uma empresa sustentável

É inegável que ser sustentável muda a forma com que a empresa é percebida pelos colaboradores e sociedade em geral. Sendo assim, a tendência é que haja uma valorização da imagem e da marca, indispensável para sobreviver no mercado.

Quando o colaborador trabalha em um local que conta com valores semelhantes aos seus e consciência ambiental, ele tende a se sentir mais satisfeito. Assim, o seu bem-estar e sua produtividade se elevam, fazendo com que ele pense duas vezes antes de mudar de emprego.

Mas as vantagens não param por aí, dá só uma olhada:

  • Economia: Através de reciclagem, reutilização de água, reaproveitamento de matéria-prima e medidas de economia de energia elétrica, por exemplo, é possível reduzir os custos da produção; 
  • Diferenciação no mercado: A sustentabilidade se torna uma vantagem competitiva, sendo muito útil para elevar seus lucros ou mesmo pensar em expandir seu negócio;
  • Preservação do planeta: Cuidando do meio ambiente, você estará pensando nas próximas gerações – e no que elas poderão usufruir também;
  • Impacto na bolsa de valores: Cada vez mais, os investidores estão apostando nas ações de empresas social e ambientalmente sustentáveis. Afinal, essa é uma tendência mundial.

Exemplo de ações sustentáveis para adotar na sua empresa

Existem várias ações sociais e ambientais que você pode incorporar na sua organização. É importante, porém, que você não se restrinja à substituição de copos de plástico por canecas, por exemplo. Apesar de ser indispensável, é uma ação considerada muito superficial, que não irá gerar um impacto significativo especialmente para os consumidores.

Sendo assim, confira alguns exemplo de práticas que você pode começar a adotar desde já: 

  • Criação de um sistema de tratamento e reaproveitamento da água;
  • Uso racional de água potável e energia elétrica;
  • Uso de fontes de energia limpa e renovável – como solar e eólica – na produção;
  • Adoção de processos produtivos que não agridem o solo, o ar e os rios;
  • Reutilização das sobras de matéria-prima;
  • Adoção de um sistema de logística reversa, para evitar que produtos sejam descartados no meio ambiente após o uso – como pneus, lâmpadas e pilhas;
  • Uso de materiais recicláveis na confecção de embalagens, bem como de sacolas biodegradáveis;
  • Implementação de um programa de reciclagem de lixo;
  • Criação de processos focados em minimizar ou, preferencialmente, eliminar os descartes irregulares e a poluição gerada na produção;
  • Criação de projetos educacionais voltados à preservação do meio ambiente;
  • Desenvolvimento de programas de inclusão social na comunidade;
  • Respeito à diversidade, seja relacionado a gênero, raça, religião, crença ou sexualidade;
  • Adoção de práticas que garantam a segurança do trabalho;
  • Respeito às leis trabalhistas e ambientais;
  • Adoção de práticas éticas, que não visem tirar vantagens em concorrências públicas – que configura corrupção.

É essencial, ainda, que gestores e líderes abracem essas ações e que transmitam a importância da sustentabilidade empresarial para toda a equipe. 

Somente assim será possível promover o entendimento, a incorporação e o desenvolvimento das mudanças que o mundo tanto precisa.

É possível ser uma empresa sustentável e inovadora?

Claro que sim! Na verdade, a inovação é um dos pilares da sustentabilidade empresarial, uma vez que permite promover mudanças em determinados processos, bem como torná-los mais inteligentes e objetivos.

As possibilidades de inovação dentro de uma empresa são infinitas. Elas podem estar relacionadas a novas práticas administrativas, métodos de organização e desenvolvimento de produtos, por exemplo.

Como também pode envolver o uso de tecnologias, como um checklist online. Neste caso, você passa a realizar suas inspeções, auditorias e checagens de forma digital, podendo reduzir em até 100% o uso de papel nesses processos.

Para você ter uma ideia, a Votorantim Cimentos, cliente da Checklist Fácil, eliminou 145 mil folhas de papel por ano. Já a Ocyan deixou de desembarcar 25 caixas de quase 100 kg composto de papel que era impresso à bordo anualmente. Tudo isso apenas adotando o nosso sistema no dia a dia!

Viu como uma inovação é capaz de promover uma grande diferença? Isso que focamos apenas na redução de uso de papel, mas ela apoia em diversas outras ações sustentáveis, uma vez que otimiza o controle que você tem no dia a dia.

Dê o primeiro passo e torne a sua empresa sustentável. Converse com um dos nossos consultores e conheça todas as funcionalidades que o Checklist Fácil tem a lhe oferecer!

Produtora de Conteúdo em Checklist Fácil
Jornalista e especialista em Comunicação Empresarial, sou apaixonada por marketing, escrever, criar e inovar. Além disso, amo correr, ler, ver filme e curtir uma praia.
Estefânia Martins

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *