Entenda como otimizar as ações de Segurança do Trabalho: resumo do Webinar com Votorantim e Ergohealth

Promover ações de segurança do trabalho é essencial para qualquer empresa. Mas como fazer isso? Convidamos a Votorantim e a Ergohelth para compartilhar em um webinar suas experiências nessa atividade utilizando o Checklist Fácil. Confira!

Tempo de leitura: 6 minutos
Webinar sobre ações de segurança do trabalho

No dia 28 de abril, é celebrado o Dia Mundial da Saúde e Segurança do Trabalho. Essa data foi criada para conscientizar pessoas e empresas sobre a importância de promover ações de segurança do trabalho. Visando, assim, reduzir acidentes e doenças ocupacionais.

Para comemorar a data, a Checklist Fácil promoveu, em 2021, um webinar especial sobre o tema. E para tornar o debate ainda mais especializado, convidamos dois profissionais que lidam diretamente com essa atividade nas empresas Votorantim e Ergohealth.

Quer saber tudo que foi abordado nesse bate papo? Então continue com a gente, pois apresentaremos um resumo a partir de agora. Antes, porém, é importante entender porque as ações de segurança do trabalho precisam ser vistas como prioridade. Acompanhe!

Por que promover ações de segurança do trabalho na minha empresa?

Acredite, essa pergunta é muito comum. E não tem forma melhor de responder do que apresentando números:

  • Anualmente, em todo o mundo, cerca de 270 milhões de trabalhadores são vítimas de acidentes em seus trabalhos
  • Somente no Brasil, ocorrem cerca de 1,3 milhão de acidentes de trabalho por ano
  • A cada 3h40min, um empregado brasileiro morre em decorrência de acidentes nas atividades laborais;
  • O Brasil ocupa a 4ª posição no ranking mundial de acidentes de trabalho – ficando atrás apenas de China, Índia e Indonésia;
  • Somente em 2019, foram autorizados 193.660 auxílios acidentários no país;
  • Uma única indenização por acidente de trabalho pode ser superior a R$ 1 milhão – dependendo do tipo de dano e porte da empregadora.

As principais causas desses números impressionantes são o descumprimento de normas básicas de proteção, como as Normas Regulamentadoras, e as más condições de trabalho.

Sendo assim, adotar ações preventivas de segurança do trabalho tem como principal objetivo preservar a integridade física e mental dos colaboradores. E, com isso, reduzir as ocorrências de acidentes e doenças ocupacionais que tanto impactam no dia a dia das empresas. 

Afinal, se um profissional não está bem, a sua produtividade é impactada. Consequentemente, a produção pode sofrer prejuízos.

Em contrapartida, em caso de afastamento, a empresa acaba gastando em dobro. Pois, além de continuar pagando o seu salário, ainda precisa contratar alguém para não atrasar a entrega da sua produção, por exemplo.

Agora que você entendeu a importância das ações de segurança do trabalho, que tal pegar dicas práticas com quem lida com isso diariamente? Então, continue a leitura!

Resumo do Webinar: Como o Checklist Fácil ajuda a otimizar as ações de Segurança do Trabalho

Como mencionamos, o nosso webinar contou com a participação de dois convidados super especiais. São eles:

Ambos utilizam o Checklist Fácil para promover as ações de segurança do trabalho nas suas empresas. Segundo eles, a ferramenta proporciona muito mais eficiência no dia a dia. Além de permitir um controle maior sobre os processos como um todo.

Acompanhe a seguir um resumo do nosso bate papo com eles:

Quais são as principais ações que vocês realizam com foco em segurança do trabalho?

Adelmir – Na empresa, dispomos de um sistema robusto de segurança do trabalho, composto por ferramentas voltadas para o monitoramento e gestão. Nosso objetivo é proporcionar um ambiente que atenda os requisitos de segurança, com foco na saúde e bem-estar do trabalhador. Sem falar dos treinamentos e capacitações.

Gilliatt – Na Ergohealth, trabalhamos em cima de um tripé básico da ergonomia: conforto, segurança e produtividade. O objetivo é sempre oferecer a melhor condição de trabalho possível para nossos clientes. Para isso, fazemos análises nos postos de trabalho, avaliamos a parte física e biomecânica dos funcionários, bem como os equipamentos. Também oferecemos muitos treinamentos e cursos.

Quais as maiores dificuldades que vocês encontram no dia a dia?

Adelmir – Infelizmente, nós não fomos treinados para fazer segurança. 95% dos acidentes que acontecem são relacionados à parte de comportamento. Então, a complacência ainda é um dos maiores fatores. Entre os nossos motoristas, por exemplo, temos dificuldade no uso de EPI. Porém, eu vejo tudo isso como uma oportunidade a ser trabalhada.

Gilliatt – Na nossa área, um grande problema é o desconhecimento sobre a ergonomia como um todo.Tanto as empresas quanto os trabalhadores não têm conhecimento sobre o que de fato ela é. Além disso, muitas empresas ainda vêem a ergonomia como um gasto, um seja, um documento que ela vai fazer, deixar na gaveta e não usar para nada.

Vocês realizam ações de conscientização?

Adelmir – Dentro das operações, nós temos o DDS, que é o diálogo diário do segurança. Nele, abordamos temas como prevenção de acidentes e a parte comportamental relacionada aos desvios. Como a gente lida com bastante motoristas, temos conversas com eles três vezes por semana sobre o assunto. E uma vez ao mês, temos uma campanha voltada a mitigar os acidentes e melhorar o comportamento dos nossos funcionários.

Gilliatt – Assim que a empresa entra em contato conosco, já começamos a fazer o trabalho de conscientização junto aos gestores. Mostramos a importância e a real funcionalidade e efetividade da ergonomia. Após, montamos um comitê na empresa e realizamos treinamento e palestras de conscientização. Além disso, fazemos parte das SIPAT e CIPA, para garantir que as ações de segurança do trabalho sejam realizadas.

De que forma o Checklist Fácil otimiza seus processos relacionados à segurança do trabalho?

Adelmir – Desde que passamos a utilizar o Checklist Fácil na empresa, tivemos uma evolução na produtividade e notamos uma melhora na rotina do supervisor. Antes, a gente tinha uma papelada imensa, uma burocracia para identificar, escanear, mandar por e-mail, fazer a checagem e analisar os dados. Hoje, conseguimos identificar online quais são os desvios, os problemas e os planos de ação executados na palma da mão. Com isso, melhoramos também a questão do meio ambiente, além de reduzir custos, pois eliminamos 145 mil folhas por ano. Outro ponto é que conseguimos fazer a gestão das equipes do Brasil inteiro com qualidade e em tempo real, para tomadas de ações proativas. 

Gilliatt – Antes do Checklist Fácil, quando a gente visitava uma área de produção, era preciso levar uma quantidade absurda de materiais. Fora que depois era preciso juntar todos os dados coletados para elaborar os relatórios e avaliações. A partir do momento que começamos a utilizar o Checklist Fácil, toda a parte de coleta de dados passou a ser feita utilizando apenas um celular. Com isso, a gente consegue ter uma efetividade muito maior. Mais de 70% de toda a nossa operação está sendo realizada dentro do Checklist Fácil – com o objetivo de chegar a 100% o mais rápido possível!

Você tem algum indicador que permita que a gente faça um comparativo entre “antes e depois” do Checklist Fácil?

Adelmir – Nós melhoramos a qualidade e aumentamos as checagens. Quanto às observações de risco em campo, melhoramos em 40% – em relação a 2019. Tínhamos uma checagem de aproximadamente 7 mil ORTs (ferramenta ligada a comportamento), além de quase 26 mil pessoas observadas em campo. Esses foram os indicadores que melhoramos devido a facilidade e agilidade. Junto a isso, melhoramos as inspeções veiculares dentro das nossas operações em cerca de 15%, chegando a um total de 13 mil checagens no ano. Isso ajudou a identificar oportunidades, tão quanto a mitigar riscos.

Gilliatt –  Sem dúvida, tivemos uma redução de custo com deslocamento. Quando acontece alguma fiscalização ou problema, às vezes a gente estava em uma cidade e o cliente exigia a nossa presença. Então, tínhamos todo esse custo com deslocamento para ajudá-lo a solucionar o problema. Além disso, um posto de trabalho, que antes demorava-se 3 horas para avaliar, hoje leva de 6 a 8 horas para finalizar o relatório.

Quais checklists vocês têm hoje na nossa plataforma?

Gilliatt – Hoje, nós temos, ativos, 108 checklists para o nosso processo. A gente faz a gestão da nossa equipe toda utilizando o plano de ação. Fazemos mapeamento dos clientes com o Checklist Fácil e a identificação dos postos de trabalho utilizando QR Code. Nos treinamentos e reuniões, também utilizamos a ferramenta para a lista de presença e registrar as atas. Além disso, temos o planejamento de acompanhamento ergonômico, acompanhamento de qualidade de vida, exame admissional periódico tudo dentro do sistema – para citar apenas alguns exemplos.

Adelmir – Hoje, estamos com 62 checklists. Dentro deles, temos campanhas, inspeções veiculares, relatos de incidentes, ORTs, relatos de não conformidade, treinamentos, aderência da liderança, checklists de empilhadeira e combate a incêndios, entre outros. São vários e todos muito valorosos. Inclusive, ano passado, tivemos mais de 20 mil checklists utilizados.    

Vocês consideram que o Checklist Fácil é uma ferramenta que ajuda a promover essas ações de segurança do trabalho?

Adelmir – Com certeza! Um ponto importante dos checklists é a agilidade. Como falamos, tempo é dinheiro e a gente precisa ser rápido, principalmente para a segurança, para tomar uma decisão o quanto antes. Além disso, o sistema otimizou os controles dos processos produtivos. Esse é o feedback que a supervisão nos dá.

Gilliatt – Concordo plenamente com tudo que o Adelmir falou sobre o retorno do Checklist Fácil. Seu efeito é altamente produtivo e eficiente, e é prático de utilizar. Então, o que eu posso passar para vocês é isto: otimizou e melhorou muito todos os nossos processos.

Esse é apenas um resumo do que foi abordado neste webinar especial sobre ações de segurança do trabalho. Você confere ele na íntegra no vídeo abaixo:

Depois de tudo que você leu e ouviu, que tal otimizar os processos da sua empresa e garantir que as ações de prevenção de segurança do trabalho sejam colocadas em prática? 

O Checklist Fácil está aí para ajudar! Agende uma demonstração gratuita agora mesmo com os nossos especialistas e conheça todas as funcionalidades que temos a oferecer!

Jornalista e especialista em Comunicação Empresarial. Sou apaixonada por marketing, escrever, criar e inovar - inclusive nas horas vagas.
Estefânia Martins

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *