O que é centro de distribuição e qual sua importância na cadeia logística?

O centro de distribuição tem um papel central na operação logística. Por isso, seu funcionamento deve prezar pela eficiência. Saiba como otimizar os processos com checklists!
Atualizado em: 9 de fevereiro de 2024
Tempo de leitura: 9 minutos

A logística tem entrado em destaque nos últimos anos e, uma consequência razão para esse avanço nas empresas é a criação deo centros de distribuição. Isso porque contar com uma unidade física onde as mercadorias são armazenadas e transportadas pode melhorar as entregas e melhorar as experiências dos clientes.

Também chamado de CD, esse local serve como um ponto onde os materiais e produtos são recebidos e enviados, a fim de garantir uma distribuição mais eficaz e reduzir os custos de operação logística e transporte.

Neste conteúdo, você vai entender mais sobre o que é centro de distribuição, para que serve e quais vantagens ele oferece para a cadeia logística das organizações.

O que significa centro de distribuição?

O significado de centro de distribuição ou CD, como o próprio nome já entrega, é um local onde materiais, bens e produtos são armazenados para serem distribuídos. 

Normalmente, os centros de distribuição reúnem e armazenam uma grande variedade de mercadorias, podendo incluir bebidas, roupas, alimentos, eletrônicos, móveis, brinquedos, calçados, entre outros.

Dessa forma, o CD também pode ser conhecido como um galpão amplo para guardar um volume extenso de produtos até que os veículos de distribuição cheguem para transportar as cargas

Para economizar ainda mais e facilitar a logística das entregas, os CDs, apesar de serem lugares separados das fábricas, tendem a se localizar próximos às áreas de produção ou às de consumo.

Qual é a diferença entre CD e armazém?

A principal diferença entre um armazém e um centro de distribuição é que, enquanto o armazém é um galpão à parte para guardar e conservar as mercadorias, o centro de distribuição é um local físico pertencente à empresa proprietária.

Ou seja: apesar de o CD ser separado da fábrica e ser montado como um amplo galpão de armazenamento, ele não é um estabelecimento de terceiro. Os centros de distribuição pertencem à organização responsável pela coleta, pelo armazenamento e pela distribuição dos bens.

Nesse sentido, o centro de distribuição também se diferencia do depósito fechado. Por mais que os dois sejam parecidos, já que o depósito também pertence à empresa responsável pelos produtos, o depósito fechado não é responsável pela logística das mercadorias.

Como funciona a rotina de um centro de distribuição?

A rotina de atividades de um CD se divide em várias etapas, a fim de cumprir suas principais funções, que são:

  • Planejamento logístico;
  • Recebimento de materiais e mercadorias;
  • Movimentação interna de cargas;
  • Armazenamento dos bens e produtos;
  • Separação, expedição e entrega das mercadorias aos clientes.



Para mais esclarecimentos sobre o tratamento de seus dados pessoais, leia nosso Aviso de Privacidade.

Então, para entender como funciona um centro de distribuição, é necessário saber o que deve ser feito em cada uma dessas etapas. Confira a seguir!

Planejamento logístico

O planejamento é o primeiro passo para garantir melhorias na gestão de centros de distribuição. Isso porque, por meio do planejamento, é possível analisar quais são as necessidades dos clientes e o que precisa ser feito para evitar falhas nos próximos passos. 

O principal objetivo do planejamento é alinhar a gestão de estoque, os recursos financeiros e o tempo disponível com os propósitos, as necessidades e as estratégias da organização.

Ao seguir essa etapa com mais atenção, a logística interna tende a garantir impactos positivos, visto que as operações podem ser otimizadas, cumpridas em menos tempo e com menores custos operacionais.

Baixe agora: 6 planilhas para logística e transporte

Recebimento de materiais e mercadorias

Como o CD é um local de armazenamento e expedição de bens, o recebimento de mercadorias é praticamente a base da rotina operacional dos centros de distribuição.

Para evitar falhas e prejuízos financeiros, otimizando a gestão, é necessário conferir a quantidade e a qualidade dos produtos recebidos, além de emitir a nota fiscal, lançar no sistema e atualizar o estoque. 

Investir em sistemas de automação, checklists digitais e ferramentas de gestão integrada é uma das soluções que podem ajudar nesse processo.



Para mais esclarecimentos sobre o tratamento de seus dados pessoais, leia nosso Aviso de Privacidade.

Baixe agora: Modelo de checklist para transporte e logística

Movimentação interna de cargas

Outra função muito importante e estratégica na rotina dos CDS é a etapa da movimentação de cargas. Com uma boa organização, é possível minimizar acidentes, falhas e prejuízos, além de agilizar as entregas de forma segura aos colaboradores da empresa.

Armazenamento de bens e produtos

Essa etapa deve contar com mais atenção, pois pode otimizar tempo e dinheiro ou, caso não seja bem-sucedida, pode impactar negativamente toda a empresa. 

A função de armazenar os produtos deve avaliar tanto a localização da mercadoria quanto o prazo para seu envio, a fim também de gerar experiências satisfatórias aos clientes.

Separação, expedição e entrega

Por último, há uma das fases mais importantes dos CDs, que é a etapa final. Para que ela seja bem realizada, é necessário que as anteriores sejam cumpridas de forma adequada, claro, mas ela também precisa de uma atenção especial para evitar reclamações dos clientes.

Antes da entrega, é necessário selecionar todos os produtos selecionados no local de armazenamento, e essa etapa também é chamada de picking. Depois do momento de seleção, as mercadorias devem ser embaladas de acordo com a proteção necessária para cada um. 

Após essa fase, os pacotes embalados são encaminhados para a região de expedição, a fim de serem organizados com as informações devidas de destino.

Por isso, é fundamental conferir novamente todas as mercadorias, os destinatários, prazos e endereços, além de roteirizar as melhores, mais rápidas e seguras formas de entregar os produtos. Com um sistema automatizado, é possível fazer um monitoramento de cada etapa com mais praticidade.

O papel dos CDs é garantir a segurança e qualidade dos produtos desde o seu armazenamento até a hora do seu envio, sendo um ponto essencial de conexão entre fabricantes, fornecedores, varejistas e clientes.

Qual a importância dos CDs na cadeia logística?

O centro de distribuição, por mais que seja visto como um local à parte em algumas empresas, é essencial para a cadeia logística, a redução de custos operacional e as melhorias na gestão de um negócio. Além disso, o CD pode ajudar a gerar competitividade, valorizar a marca e aumentar o público.

Ao investir em centros de distribuição, a cadeia logística e a organização financeira geral das empresas podem alcançar diversos benefícios. Confira os principais deles a seguir.

Melhorias no controle de estoque

Provavelmente você já sabe o quão importante é gerenciar o estoque de forma adequada, tanto para beneficiar a empresa quanto para oferecer mais satisfação aos clientes. E uma das responsabilidades da rotina de um CD é controlar o estoque de mercadorias, facilitando esse processo.

Gestão de processos internos

Ao armazenar, verificar, monitorar e selecionar os produtos, os centros de distribuição conseguem compartilhar informações acertadas sobre o que foi recebido, estocado e distribuído. Tudo isso favorece o gerenciamento dos processos da organização.

Acompanhamento de sazonalidades

Em quais períodos há mais pedidos de determinada mercadoria? Quando determinados produtos tendem a ficar em falta? Todos esses questionamentos podem ser verificados e respondidos com uma maior clareza quando há uma boa organização no centro de distribuição. 

Além disso, ao contar com um CD, é possível também atender a demandas de clientes de forma mais fácil e prática, o que contribui para o aumento de vendas e a fidelização do público.

Redução de custos

Além de fidelizar os clientes, os CDs também conseguem reduzir custos com transporte, motoristas e, ainda, otimizar as rotas de entregas, por meio de planejamentos estratégicos.

Dicas de organização e eficiência para centros de distribuição

Para montar um bom centro de distribuição, é necessário pensar em quais são as necessidades da sua empresa para agilizar e melhorar os processos logísticos, garantindo mais qualidade nos serviços e mais agilidade nas entregas. Nesse sentido, alguns pontos são fundamentais, como:

  • Localização do CD: é importante que eles tenham um acesso facilitado e sejam próximos dos fornecedores para fazer todo o processo de receber e enviar as mercadorias com praticidade;
  • Estrutura do centro: é possível tanto alugar um terreno de galpão quanto comprar unidades separadas ou construir um CD do zero, mas o mais importante é analisar o seu orçamento atual e entender qual é a opção mais válida para o seu volume de mercadorias e as suas metas;
  • Layout Centro de Distribuição: há diversas opções de tamanhos e estruturas e, para ter uma melhor organização no seu CD, é indicado adotar um layout próprio, seguindo as necessidades do seu negócio. Hoje há duas opções de layout, o que é baseado no fluxo de produtos, que normalmente é adotado por empresas que lidam com um amplo volume de mercadorias, e o que é baseado no giro de produtos, que normalmente é adotado por quem precisa agilizar as etapas de recebimento, armazenagem, seleção e envio dos bens;
  • Contratação de mão de obra: outro fator importante para montar o centro de distribuição é contar com colaboradores experientes para lidar com os fluxos e os equipamentos na rotina de trabalho.

Caso você já tenha um CD e precise organizar melhor o espaço para obter melhores resultados com as etapas realizadas no dia a dia, é preciso atentar para os seguintes fatores:

  • Gestão de entregas: para melhorar a distribuição das mercadorias, garantindo que tudo ocorra bem até o momento do cliente receber o produto, é indicado investir em ferramentas de automação e checklists digitais para rastrear os bens e acompanhar os fluxos das equipes;
  • Controle de qualidade: para ter a certeza de que os produtos estão em perfeito estado, é preciso seguir boas práticas de verificar as matérias-primas, fazer inspeções, realizar testes de desempenho, observar a certificação dos produtos e oferecer treinamentos constantes aos times;
  • Planejamentos estratégicos: os planejamentos devem ser feitos com base nos dados obtidos e no monitoramento das etapas realizadas, a fim de reduzir gargalos e falhas, identificando quais soluções são mais recomendadas em cada período para estabelecer metas alcançáveis e conquistar melhores resultados.

Uso da tecnologia em CDs

Se o centro de distribuição já contribui para melhorias na cadeia logística, tudo pode se tornar ainda mais eficiente ao contar com o uso de boas tecnologias no negócio.

Isso porque, ao contar com ferramentas de digitalização, além de investir em inovação e gerar competitividade no mercado, sua empresa vai conseguir otimizar a rotina e ter mais controle sobre as operações realizadas. 

O uso de um checklist online, por exemplo, permite o monitoramento dos processos internos e a redução de falhas ou acidentes, aumentando a qualidade do seu serviço e garantindo a segurança dos colaboradores. 

Dentro de um centro de distribuição, o Checklist Fácil pode ser utilizado de diversas formas, independente do segmento de atuação e dos tipos de mercadorias recebidas. Alguns dos tipos de checklists que podem ser realizados na ferramenta para melhorar a operação de centro de distribuição são:

Checklists na preparação e na transmissão do pedido

O registro de solicitação da compra apresenta muitas possibilidades. Todas elas impactam, de alguma forma, o centro de distribuição. Seja na separação do pedido, na organização da embalagem, no faturamento ou até no envio.

Por isso, o centro de distribuição pode estruturar checklists que facilitem a conferência dessas informações, de modo a reduzir os gargalos na operação logística. Assim, quanto mais estruturados estiverem os dados, menor a chance de falhas no ciclo de processamento.

Dessa forma, alguns questionários podem ajudar nessa etapa. Você pode implementar checklists para:

  • Processos de vendas: online, atacado e/ou varejo;
  • Documentação dos pedidos;
  • Critérios para pedidos de perecíveis;
  • Critérios para cada tipo de mercadoria;
  • Avaliação de fornecedores;
  • Recebimento de mercadorias;
  • Organização da zona de recebimento;
  • Organização da zona de itens não conformes;
  • Inspeção de avarias;
  • Entre outros.

Ao utilizar um sistema de checklist eletrônico, você tem a possibilidade de personalizar suas listas de verificação e criar as inspeções de acordo com as necessidades do seu negócio. Veja outros cenários em que os checklists são importantes.

Checklists para o recebimento do pedido no centro de distribuição

Para Ballou, professor e pesquisador em Logística, essa etapa corresponde à entrada de pedidos, que pode ser manual ou automatizada. Conforme o autor, alguns aspectos importantes neste momento são: velocidade de processamento, taxas de erros e custos de codificação e leitura. 

Assim, quando o pedido entra para o centro de distribuição, a verificação adequada contribui para agilizar o processo, diminuir as falhas e reduzir custos. Aqui, seus checklists podem abranger aspectos como:

Vale destacar que, quando os procedimentos são automatizados, a otimização das atividades é muito maior. Além da rapidez e da agilidade nas tarefas, você consegue monitorar a execução de todos os processos. 

Assim, é possível observar reincidências e identificar precisamente onde estão as falhas. Portanto, a observação dos dados permite intervenções e tomadas de decisão mais assertivas.

Checklists para o atendimento e a situação do pedido no centro de distribuição

Na etapa do atendimento, os procedimentos e a definição de prioridades são essenciais. É neste momento, sobretudo, que a organização para o envio começa a acontecer: aquisição dos itens (estoque, produção ou compra), organização das embalagens, documentação do embarque e preparação do embarque das entregas. 

Portanto, elencamos alguns processos que se beneficiam de checklists nessa fase:

  • Organização da zona de separação;
  • Organização da zona de expedição;
  • Critérios de embalagem;
  • Tipo da carga;
  • Priorização de atendimento;
  • Organização do embarque;
  • Documentação de carga;
  • Dados para relatório de situação do pedido;
  • Entre outros.

Checklists para layout e equipamentos do centro de distribuição

Além de todas as tarefas relacionadas à entrada e à saída de mercadorias, a organização e a manutenção do espaço físico do centro de distribuição são fundamentais. Isso vale não só para o armazém, mas para todos os equipamentos que são utilizados na rotina de trabalho.

Por isso, exemplificamos algumas inspeções que podem ser realizadas com checklists para este fim:

  • Uso de escada portátil;
  • Reforma de pallets;
  • Abastecimento de empilhadeiras;
  • Layout do centro de distribuição;
  • Organização do armazenamento;
  • Inspeção de segurança;
  • Vistoria de veículos;
  • Entre outros.

Como você pode perceber, as utilizações dos checklists são inúmeras. É claro que, de acordo com a estrutura dos seus processos, você sistematiza a aplicação para atender o seu contexto.

Essa versatilidade ajuda muito na organização do centro de distribuição como um todo. Sem contar a agilidade que a digitalização dos processos traz para o negócio, tornando, assim, toda a operação logística mais eficiente. 

Gostou de saber como os checklists ajudam nos processos de centro de distribuição em Logística? Então, confira também como otimizar a gestão de frotas durante a crise! 

E, se você quer saber mais sobre como a Checklist Fácil pode melhorar a eficiência operacional do seu negócio, solicite uma demonstração agora mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ideal para o seu negócio!

Categorias

Assine nossa newsletter e acesse, em primeira
mão, conteúdos relevantes para o seu negócio.