Logística 4.0: confira 6 benefícios da inovação na área de logística

A indústria 4.0 impactou diretamente no surgimento da logística 4.0, transformando o setor por meio de inovações tecnológicas. O resultado você confere neste artigo.
Atualizado em: 13 de outubro de 2022
Tempo de leitura: 8 minutos

A indústria 4.0 propôs aos meios de produção mais integração com a tecnologia por meio da gestão de dados e as mudanças a partir desse nível de informação. Esse novo cenário deu origem também à logística 4.0, em um movimento natural e que também era facilmente esperado.

Os ganhos trazidos pelas novas tecnologias permitiram que o setor logístico propusesse novos métodos e inovações para o segmento. Isso representa:

  • Mais eficácia nos processos;
  • Agilidade;
  • Adequação à estratégia da empresa;
  • Melhor comunicação é a base dessas melhorias.

O que é logística 4.0? 

A logística 4.0 é um reflexo direto da indústria 4.0, que usa a tecnologia como aliada da operação a fim de torná-la mais inteligente. É por meio dela que os processos podem ficar mais produtivos, enxutos, com menos gastos, erros e retrabalhos. 

Uma operação automatizada também é mais ágil e gera muito valor entre clientes, parceiros e fornecedores. Afinal, todos os processos logísticos, de ponta a ponta, são otimizados. 

No fim das contas, a logística 4.0 nada mais é que o uso de equipamentos e softwares que permitem um fluxo mais fluido e assertivo, com gestão de dados em tempo real. Nesse sentido, contêineres, veículos, paletes, softwares para controle de estoque e sistemas para transporte são utilizados para abastecer toda a cadeia produtiva

Por consequência, todo o ecossistema operacional — como o centro de distribuição e o setor de compras — passa a ter a visibilidade necessária para produzir e movimentar produtos, da fabricação ao consumidor. 

Vale lembrar que a logística 4.0 não é a mesma coisa que cadeia de suprimentos. Na verdade, a logística diz respeito somente ao transporte, armazenamento e estoque de mercadorias, enquanto a cadeia de suprimentos é o que abrange todas as etapas de fabricação e fornecimento de produtos.

A questão é que a logística 4.0 permite uma operação muito mais integrada com todos os envolvidos, tornando a própria logística muito mais avançada e participativa no todo.

Pense, por exemplo, na emissão de notas fiscais e seus respectivos documentos de transporte, como o CTe e o MDFe. Quando feitos por um sistema inteligente junto aos órgãos emissores, a tarefa é muito mais rápida do que se fosse realizada manualmente. O mesmo acontece com o controle de estoque e organização de toda a distribuição. 

Como funcionam os processos de logística 4.0? 

Como falamos, a logística 4.0 funciona com a integração tecnológica de todos os processos logísticos, ou seja, é possível aumentar a produtividade pelo menor custo operacional possível.

A logística 4.0 promove também a padronização, uma vez que tudo é integrado e realizado de forma automatizada. Assim, prega um funcionamento em “rede” dos processos, em que até o controle é descentralizado e pode ser acessado pelos envolvidos a qualquer hora e de qualquer dispositivo. 

É por isso que a logística 4.0 permite o gerenciamento da cadeia de suprimentos com base em previsões. Ou seja, com a união de tecnologias integradas, que centralizam alta quantidade de dados importantes e complexos, é possível melhorar o nível de serviço e garantir maior qualidade de entrega, bem como maior capacidade, confiabilidade e flexibilidade. 

banner para download guia de gestão de frotas

Mas, afinal, que tipo de tecnologias são essas? São aquelas que permitem melhor planejamento, controle e monitoramento de fluxos de informações e materiais. Um exemplo é o checklist digital, cujo acompanhamento da operação é simplificado, tornando as entregas mais ágeis e assertivas a partir de planos de ação.

Outra característica importante desse tipo de tecnologia é a capacidade de gerar dados para relatórios e, além deles, permitir o cruzamento de informações para visualização profunda do que ocorre na operação. Isso permite que pessoa gestora compreenda cenários de forma mais rica e, portanto, ajudando em tomadas de decisão coerentes e identificação de oportunidades. 

Principais tecnologias da logística 4.0 

Bem, se a logística 4.0 ocorre na quarta revolução industrial, é consequentemente marcada pelas tecnologias que surgiram nesse período. Assim, a logística 4.0 tem como característica o uso de tecnologias como: 

  • Internet das Coisas (IoT);
  • Machine Learning;
  • Inteligência Artificial;
  • Big Data;
  • Computação em Nuvem;
  • Sensores;
  • Simuladores;
  • Impressoras 3D;
  • Robótica.

É correto pensar que a logística 4.0 é uma evolução da logística tradicional. Ou seja, é a aplicação dessas tecnologias na realidade da logística como a conhecemos. O que muda, é claro, são os processos informatizados, que deixam de ser manuais. 

Isso significa que mesmo a mão de obra muda de foco. Antes, processos feitos um a um exigiam dedicação executora de pessoal. Hoje, os times estão mais analíticos, pois a função do humano não é mais a execução de tarefas, que passou a ser direcionada à tecnologia. Agora, o importante é saber interpretar dados e aplicar insights gerados. 

Ou seja, a logística 4.0 é a logística na era da informação!

Qual o objetivo da logística 4.0?

Em resumo, podemos afirmar que a logística 4.0 visa a modernização da operação, do estoque ao planejamento em si. No fim, o objetivo da logística 4.0 para indústrias, fornecedores ou transportadoras é o mesmo: atender às necessidades do cliente.

Tudo isso movimenta a economia e eleva a capacidade de gestão das empresas, tornando-as mais competitivas e atualizadas em meio às tendências globais de transformação digital. Do mesmo modo, a relação entre todos os envolvidos também tende a melhorar, fortalecendo parcerias e o mercado como um todo. 

Desse modo, a digitalização proposta pela logística 4.0 atualiza modelos de negócio. Afinal, traz mais visibilidade e transparência para as empresas a partir dos dados melhor coletados e tratados. 

Como a logística 4.0 impacta os negócios? 

Tal como vimos, a logística 4.0 não engloba somente o uso de computadores, falando apenas de parques tecnológicos e estruturas físicas. Softwares, ferramentas e aplicações em nuvem também são recursos usados para proporcionar um melhor controle de procedimentos. 

Nesse sentido, as tecnologias atuam em diferentes frentes, contribuindo para a modernização de toda a cadeia de suprimentos. 

Se a indústria 4.0 leva em conta a integração de informações, de forma a conectar dados como uma rede entre todos os envolvidos, e se a empresa utiliza essas tecnologias, então, ela automaticamente impulsiona que outras empresas que fazem qualquer interface com ela tomem o mesmo caminho. 

Por exemplo, a transportadora que utiliza tecnologia para localização e deslocamento de carga em tempo real, pode compartilhar esses dados tanto com a embarcadora (sua cliente) quanto com o consumidor final (o comprador, que receberá a mercadoria). 

6 principais benefícios da logística 4.0 para as organizações

Entenda melhor os ganhos do desenvolvimento tecnológico e de processos da logística na era da indústria 4.0. 

1. Melhoria na análise de dados logísticos

A cultura do uso de dados para gerir negócios já está devidamente implementada no mundo corporativo. Hoje, informações são ativos de extremo valor, já que são capazes de direcionar uma companhia. Se tratando de logística, essas informações ajudam a entender o desempenho atual e propor otimizações a curto prazo.

A grande questão é que atualmente há mais recursos para analisar dados. Além disso, eles são captados em mais fontes, o que permite ter um entendimento mais completo dos resultados logísticos. Todo esse caminho de informações unidos às soluções de Business Intelligence (BI) trazem análises aprofundadas aos dados.

Esse melhor entendimento dos dados logísticos representa a capacidade que gestores têm em avaliar resultados e transformá-los em ganhos estratégicos. Assim, é possível propor decisões que tragam melhorias à operação logística.

2. Otimização da estratégia de negócio

A gestão estratégica é outra prática fundamental e que empresas de sucesso já implementam. Trata-se de projetar o que se espera a nível de desenvolvimento e definir objetivos que levem a esse ponto. Por isso, a gestão de dados se faz importante, especialmente no setor logístico.

As tecnologias à disposição ajudam a mensurar resultados de desempenho. Assim, os gestores conseguem entender se a logística está atendendo à demanda de trabalho com a dinâmica que se espera.

Por ser um setor importante, é fundamental que a operação funcione bem, o que impacta nos resultados da empresa.

A logística 4.0 é mais rastreável e sempre aponta os pontos de melhoria que a operação deve seguir. Isso fortalece a empresa na capacidade em cumprir com sua estratégia, ou seja, se desenvolver e alcançar objetivos.

3. Entrega de satisfação ao cliente

A logística de uma empresa é responsável direta pela satisfação do cliente com o serviço prestado. É claro que o trabalho do setor não tem influência, por exemplo, na qualidade do produto vendido. Entretanto, especialmente na última etapa, ou seja, na entrega, o setor é decisivo para a imagem da organização.

O primeiro ponto é o prazo de entrega. A logística 4.0 é baseada em softwares que permitem organizar melhor as demandas, de modo que as rotas sejam melhoradas.

Assim, a entrega de produtos acontece o mais rápido possível. Além disso, os recursos atuais também permitem um rastreamento dinâmico por parte do consumidor.

Esse amplo nível de informação gerenciada no setor logístico também permite que se tenha maior eficácia em toda a operação. Isso reduz extravios, atrasos por erros de despacho e, de modo geral, só contribui para a satisfação do cliente.

4. Redução do tempo das demandas

Essas são apenas algumas das várias demandas que fazem parte da rotina do setor logístico:

  • Separação;
  • Conferência;
  • Carga;
  • Descarga;
  • Embalagem;
  • Despacho.

Além de ter um número grande de obrigações, ainda há a exigência para que tudo seja feito em pouco tempo, já que o dinamismo é requisito básico.

A tecnologia aplicada na logística 4.0 gera diretamente o benefício de fazer com que cada uma dessas demandas possa ser desenvolvida corretamente e em menor tempo. Por isso, comunicação entre etapas do trabalho, a checagem de informações em sistemas e a automação de tarefas são fundamentais para isso.

Hoje, um setor logístico que não tenha plataformas digitais no suporte da operação simplesmente não sobrevive. Todas as fases da cadeia precisam de gerenciamento com a ajuda de sistemas de fácil acesso e que coletem dados o tempo todo. Esse ciclo gera melhorias que deixarão os processos mais rápidos continuamente.

5. Integração na cadeia de suprimentos

As etapas da cadeia de suprimentos são responsáveis por dar vida ao produto e fazer com que ele chegue ao consumidor. O problema é quando essas fases estão distantes, não geograficamente, mas em termos de comunicação. A logística 4.0 não vê mais esse contato como problema, graças aos seus recursos.

A integração é um dos principais ganhos obtidos nesse desenvolvimento dos recursos de tecnologia à logística. Isso porque, na prática, ela fortalece a comunicação entre gestores e colaboradores que trabalham nas diferentes etapas da cadeia. A proposta é proporcionar um canal simples e direto de comunicação.

Em outras palavras, uma cadeia de suprimentos que se comunica melhor consegue, principalmente, manter um controle de qualidade otimizado.

A rastreabilidade aumenta graças aos registros que podem ser feitos em sistemas unificados, e isso garante que o melhor chegará ao consumidor final.

6. Evita prejuízos com a perda de produto

A entrega ao distribuidor é só a etapa final de um longo trabalho da cadeia logística. Entretanto, se essa fase não funcionar bem, o prejuízo poderá ser associado aos responsáveis por ela.

A perda de produto é um dos principais riscos enfrentados na logística, pois é realmente um problema concreto, especialmente no agronegócio.

Cerca de 30% da produção desse setor não chega à mesa do consumidor, já que eles estragam antes. A agilidade na entrega é apenas uma parte dos esforços necessários. A fase seguinte vem justamente da capacidade de rastrear o caminho desses itens e entender até quando estarão próprios ao consumo.

Se há um controle adequado, com registros precisos sobre essa trajetória, dificilmente uma empresa vai permitir que o produto estrague. Para isso, há o desenvolvimento de uma série de métodos para que a operação se torne mais rápida.

A logística 4.0 é baseada em dados e em tecnologia, reflexo das mudanças pelas quais a indústria passou nos últimos anos. A aplicação desses recursos permitiu ganhos estratégicos, além de estimular continuamente a inovação.

Como se preparar para essa inovação logística?

As tecnologias que abordamos podem ser aplicadas nos mais diferentes processos, a depender do negócio, tamanho e objetivos da empresa. Da gestão de estoque ao planejamento de rotas, a tecnologia contribui para melhorar a qualidade de diferentes atividades.

Por isso, ao adotar uma ferramenta de checklist digital, como o Checklist Fácil, a empresa contará com maior agilidade na execução de tarefas, bem como controle de estoque e identificação de não conformidades.

Isso significa que a pessoa gestora pode aplicar workflows e planos de ação em sua operação, estruturando um fluxo coerente de processos e garantindo a assertividade de cada um deles, assim como extrair informações e criar relatórios completos que o ajudarão em tomadas de decisão. 

Essa automatização contribui para uma redução considerável dos custos e erros em processos diversos, uma vez que elimina as falhas humanas. 


E então, já se preparou para implementar as inovações necessárias da logística 4.0? Entre em contato com o nosso time comercial para conhecer os detalhes da plataforma Checklist Fácil!

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça o software Checklist Fácil:

Categorias

Artigos relacionados

Assine nossa newsletter e acesse, em primeira
mão, conteúdos relevantes para o seu negócio.