Afiliado digital: o que é e como gerar renda vendendo pela internet

O mercado brasileiro projeta um faturamento de R$ 273 bilhões em vendas online até 2027, mostrando que a internet é terreno fértil para quem deseja atuar no setor.
Atualizado em: 13 de setembro de 2023
Tempo de leitura: 7 minutos

Você provavelmente já notou a força do mercado digital e do empreendedorismo pela internet nos últimos anos. E você sabia que ser um afiliado digital é uma das formas de empreender e lucrar nesse mercado? 

Empreender na internet é uma ótima aposta no momento, principalmente porque estamos falando de um mercado que não para de evoluir. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) projeta para 2023 um crescimento de R$ 185,7 bilhões no e-commerce, que permanecerá em expansão pelos próximos anos, chegando a R$ 273 bilhões em 2027. Os dados são da ABComm Forekast

Sem dúvidas, o avanço do comércio eletrônico se mostra como uma oportunidade promissora para quem deseja acompanhar esse crescimento gerando sua própria receita. A boa notícia é que tem espaço para todo mundo no mercado digital, até para quem não tem um produto ou serviço próprio para vender. 

Nesse contexto, fazer parte de um programa de afiliação pode ser uma ótima forma de ganhar dinheiro pela internet, sem sair de casa, investindo pouco ou quase nada para iniciar! Continue a leitura e saiba tudo sobre o que é, por que e como ser um afiliado! 

O que é um afiliado digital? 

O afiliado digital é quem promove produtos e serviços de terceiros pela internet, e gera receita por meio de comissões sobre as vendas realizadas. De maneira simples, podemos considerar que um parceiro afiliado atua como um revendedor online. 

Hoje, há pelo menos dois tipos de afiliados que se diferenciam de acordo com a forma de fazer negócios na internet. São eles: 

Afiliado Autoridade 

Via de regra, o Afiliado Autoridade é uma pessoa que produz conteúdo para a internet e divulga produtos ou serviços por meio de links exclusivos para seu público — oferecendo descontos, frete grátis, entre outros, a depender dos termos da parceria com as marcas. Cada venda realizada por este link gera uma comissão. 

Também chamados de creators e influenciadores digitais (digital influencer), estes criadores de conteúdo costumam ter uma boa e fiel audiência e podem monetizar sobre ela enquanto divulgam infoprodutos, lojas de cosméticos ou roupas, eletrônicos, softwares, clínicas de estética, etc. 

Para que esse tipo de parceria seja frutífero para ambas as partes — afiliado e marca — é essencial que a pessoa produtora de conteúdo escolha bem qual produto ou serviço deseja divulgar. 

Isso porque a estratégia do Afiliado Autoridade vai muito além da divulgação de links para compra: é preciso dominar e ser autoridade no assunto, fidelizar o público e saber vender determinado produto, que, por sua vez, deve ter afinidade com a audiência. 

Afiliado Árbitro 

O Afiliado Árbitro é aquele que foca totalmente a venda do produto, aplicando estratégias de conversão e criação de anúncios para redes sociais e Google. Diferente do afiliado autoridade, o trabalho do árbitro não exige ser um influenciador ou criador de conteúdo para um público específico. 

Entretanto, é essencial que este tipo de afiliado domine totalmente o produto que será anunciado e tenha uma boa noção de mídia paga, geração de tráfego e copy. Afinal, o objetivo é conquistar o interesse das pessoas e direcioná-las para a página onde farão a compra ou contratação. 

Além disso, o Afiliado Árbitro tem a liberdade de divulgar diversos produtos e serviços, dos mais variados segmentos, o que não seria possível para um afiliado autoridade. 

Como se tornar um afiliado? 

Tornar-se um afiliado costuma ser bastante simples. Em geral, as empresas têm seus próprios programas de afiliados como estratégia de aumentar seu alcance digital e, é claro, suas vendas. 

O primeiro passo é definir com o que trabalhar, ou seja, entender qual nicho de mercado mais gostaria de atuar, em qual teria mais sucesso, quais habilidades e conhecimentos você possui sobre alguma área, e assim por diante. 

No caso do Afiliado Autoridade, o produto a ser trabalhado precisa ter afinidade com seu público nas redes sociais. Já o Afiliado Árbitro, como vimos anteriormente, tem mais liberdade nessa escolha, desde que conheça bem o produto de suas estratégias de divulgação. 

Também é importante conhecer o mercado onde determinada marca está inserida antes de optar por um programa de afiliados. Além disso, é indicado ter algum conhecimento sobre vendas e persuasão. 

Há diversos cursos na internet, principalmente no Youtube, que podem ajudar a desenvolver essas habilidades. Aliás, saiba que os estudos fazem parte da rotina de muitos afiliados bem-sucedidos hoje! 

Segura de sua escolha, a pessoa interessada deve buscar um programa de afiliados da marca ou do nicho de mercado pelo qual optou e se cadastrar. Os passos seguintes dependem das regras e de como funciona o programa escolhido. 

É preciso ter um site para ser afiliado? 

Não é necessário ter um site ou um blog para se tornar um afiliado, mas contar com esse tipo de canal ou com uma página de vendas pode aumentar sua visibilidade na internet e, por consequência, as vendas feitas pelo seu link exclusivo

A estratégia é interessante tanto para quem investirá em anúncios e landing pages quanto para aqueles que desejam aumentar as vendas de forma orgânica. Além disso, é mais uma forma de ter um acompanhamento mais preciso sobre o desempenho das vendas. 

Quais as vantagens e desvantagens de ser um afiliado? 

Atuar com marketing de afiliados, como todo tipo de negócio, tem seus pontos positivos e negativos que podem ser cruciais na hora de fazer a escolha por esse ramo de atuação em vendas. Vamos conhecer alguns deles? 

Vantagens de ser afiliado 

Autonomia e flexibilidade 

Com acesso à internet, um afiliado digital pode trabalhar de qualquer lugar e a qualquer hora, ou seja, terá a liberdade de criar uma rotina própria de trabalho. No entanto, é essencial que o profissional crie uma rotina produtiva e focada para se sair bem nas vendas. 

Vender sem ter um produto 

O marketing de afiliados permite que uma pessoa atue com vendas pela internet sem precisar desenvolver um produto próprio, o que diminui os custos da operação. Mais do que isso: possibilita conhecer diferentes tipos de produto e, com o tempo, se especializar em um nicho de mercado. 

Diversidade de produtos 

Outra vantagem de se tornar um afiliado é a possibilidade de trabalhar com diversos produtos. No caso de profissionais que atuarão exclusivamente com conversão e funil de vendas, essa diversidade se expande também para vários mercados e público-alvo.  

Baixo custo inicial 

Para começar no marketing de afiliados na internet não é necessário fazer um grande investimento logo de cara, principalmente se for a primeira experiência em vendas. Não é exagero dizer que tudo pode começar com um computador e um celular. Com o tempo, é possível aumentar o investimento na produção do conteúdo e no impulsionamento de anúncios de acordo com a necessidade. 

Potencial de ganhos 

Talvez a principal vantagem para do marketing de afiliados seja a oportunidade de ganhar comissões atraentes. É claro que a receita gerada vai depender do esforço e das estratégias aplicadas, mas vale lembrar que este é um negócio escalável e que quanto mais houver empenho sobre as vendas, maiores serão as chances de aumentar seus ganhos. 

Desvantagens de ser um afiliado 

Demanda por conhecimento prévio 

Não chega a ser uma desvantagem, mas iniciar como afiliado necessita de algumas noções em marketing digital e vendas, como anúncios pagos, mídias sociais, copy, SEO, entre outros. Na verdade, tudo com o que você aprender, antes ou durante o processo, será útil para sua estratégia. Por isso, é importante ter calma e se preparar para começar do jeito certo! 

Competição acirrada 

O marketing de afiliados é uma área bastante concorrida. Portanto, é preciso ter criatividade e encontrar maneiras de se destacar em meio a outros afiliados que promovem os mesmos produtos ou serviços. 

Políticas da empresa 

Apesar da autonomia que o marketing de afiliados proporciona, você estará submetido às mudanças e decisões das empresas ou plataformas com as quais você se afilia. Alterações nas comissões, término de programas de afiliação ou políticas restritivas podem impactar seus ganhos. 

Salário variável 

Por fim, vale lembrar que o marketing de afiliados, assim como qualquer profissão autônoma, pode ter altos e baixos em relação à renda no fim do mês. Então, tenha em mente que a receita vinda das comissões pode variar de tempos em tempos e prepare-se financeiramente para isso.

Qual é o salário de um afiliado digital? 

Você já ouviu falar que é possível alcançar altos rendimentos de cinco ou seis dígitos, ou que o marketing de afiliados é uma maneira fácil de ganhar dinheiro? 

Bem, isso não é uma verdade absoluta. Marketing de Afiliados não é uma forma de gerar renda fácil porque exige, sim, esforços e empenho para vender. E vale destacar aqui que um faturamento desse tamanho não vem de uma hora para a outra. 

Sendo assim, o salário de um afiliado digital pode variar significativamente, pois depende do nicho escolhido, dos produtos promovidos, das estratégias de marketing utilizadas e do esforço individual.

Como vender como afiliado iniciante? 

Depois de escolher em qual nicho atuar e se tornar um afiliado, chegou a fase que mais importa: vender. Mas então, por onde começar? 

Se você é um afiliado iniciante, confira as nossas dicas abaixo para sua primeira venda: 

Estude o quanto puder 

Um afiliado de sucesso nunca para de estudar, então, que tal começar por este caminho? Já mencionamos aqui a necessidade de estudar mercados e público-alvo, mas aprimorar seus conhecimentos em vendas e marketing digital vai ser muito útil para sua estratégia. 

Comece com pouco 

Prefira começar com segurança, escolhendo um segmento, um produto, uma marca apenas para testar se o marketing de afiliados é para você. Iniciando com pouco, é possível analisar melhor os resultados e corrigir a rota, se necessário. 

Crie conteúdo relevante e valioso 

Conheça sua audiência e não jogue um link para compra sem um contexto. Seu conteúdo precisa ter valor, ser interessante e, de fato, ajudar seu público a tomar uma decisão. Aposte em resenhas, utilize o produto que está divulgando e seja, acima de tudo, transparente com seus seguidores

Qual a melhor plataforma para ser afiliado digital? 

Definir qual a melhor plataforma de afiliados vai depender de diversos fatores. Como vimos neste artigo, algumas marcas possuem programas de afiliados específicos para os produtos que criam e distribuem, mas este não é o único formato. 

Programas como Amazon Afiliados e Minha Blz, por exemplo, permitem que os afiliados promovam diversos tipos de produtos ao mesmo tempo. 

No caso do programa Minha BLZ, da Beleza na Web, a pessoa afiliada passa a ter uma loja personalizada com produtos de todos os tipos e várias marcas. Entre seus afiliados estão, em sua maioria, criadoras de conteúdo de moda e beleza. 

Do mesmo modo, existem plataformas de afiliação digital, como a Hotmart, na qual você se cadastra, escolhe um produto digital disponível (cursos, ebooks, etc) e passa a promovê-lo nas redes sociais. 

Em resumo, a melhor plataforma vai depender dos produtos que você deseja promover e das comissões oferecidas. Sim, a porcentagem de comissões é um fator que pesa bastante na hora de decidir por onde começar a vender como afiliado.  

Quais empresas trabalham com programas de afiliados? 

Muitas empresas trabalham com programas de afiliados, incluindo grandes varejistas online, empresas de software, serviços de hospedagem, academias online, entre outros. Alguns exemplos são a Amazon, a Udemy e Magazine Luiza, bastante conhecidas nesse meio. 

Existem ainda aquelas empresas que oferecem outros tipos de parceria como revendas de produtos ou indicações, propostas diferentes, mas igualmente vantajosas para quem quer ganhar dinheiro trabalhando pela internet. 

Ganhe dinheiro fechando parceria com a Checklist Fácil 

O Checklist Fácil é o software para digitalização e padronização de processos líder na América Latina. Já são mais de 210 mil usuários ativos e 45 milhões de checklists aplicados em mais de 1.400 empresas no mundo. 

Nossa solução atende às necessidades de negócios que utilizam checklists e planos de ação de auditorias ou inspeções de processos, lojas, fábricas, veículos, pessoas, equipamentos e ambientes. 

Queremos ampliar ainda mais nossa presença no mercado e transformar os processos de checagem, garantindo eficiência operacional às empresas. 

Que tal ter o Checklist Fácil em seu portfólio e ainda lucrar com mais de 30% de comissão sobre as negociações? 

Gere renda recomendando, promovendo ou revendendo o Checklist Fácil para outras empresas. Ao aderir ao Programa de Canais e Parcerias, você terá acesso às melhores práticas de mercado relacionadas a formulários digitais, ganhos financeiros e muito outros benefícios. 

Conte com a nossa expertise e suporte para lucrar e gerar ótimos resultados com um negócio de rápida operacionalização. Conheça Programa de Canais e Parcerias Checklist Fácil agora mesmo! 

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ideal para o seu negócio!

Categorias

Assine nossa newsletter e acesse, em primeira
mão, conteúdos relevantes para o seu negócio.

25 de Abril | 16h | ao vivo

Boas Práticas
de SST:

Como zerar acidentes e criar processos eficientes de segurança