Entenda o que são processos operacionais de um restaurante e veja 5 dicas para reforçá-los

Na rotina de um estabelecimento, muitas tarefas exigem a atenção diária dos colaboradores para que todas as áreas funcionem em harmonia e tragam satisfação para o cliente. Confira esse artigo para entender mais sobre os processos operacionais de um restaurante e 5 dicas práticas de aplicação.

Tempo de leitura: 7 minutos
gerente verificando processos operacionais de um restaurante em frente a uma atendente.

É preciso otimizar e reforçar os processos operacionais de um restaurante para que a sua equipe tenha facilidade e organização para atender as necessidades dos clientes de forma eficiente.

Uma boa estratégia de procedimento operacional traz melhores rendimentos para o negócio e melhora o seu atendimento. Além disso, também afeta a satisfação dos clientes, que avaliam constantemente o funcionamento e as condições do local para voltar ou não a frequentá-lo.

Neste artigo, vamos explicar o que são os processos operacionais de um restaurante, para quê eles servem e quais são os seus benefícios, além da importância de padronizar esses processos e 5 dicas para reforçá-los. Confira:

O que são os processos operacionais de um restaurante?

Os processos operacionais de um restaurante incluem diversas tarefas de rotina. A produção da cozinha, o atendimento ao cliente do garçom até o caixa, a organização e limpeza do local de trabalho são alguns exemplos. Ademais, o controle de estoque, logística de higienização de equipamentos e utensílios também são ações diárias, entre muitas outras funções que poderiam ser citadas.

Do recebimento de mercadorias até o cumprimento de regras sanitárias, gerenciar as tarefas e rotinas é uma etapa indispensável para uma boa gestão. Por isso, é ideal que haja uma definição clara e estratégica das atividades realizadas em um estabelecimento.

Através dos processos operacionais de um restaurante, é possível manter um padrão de qualidade e organização do seu negócio. Isso garante que ele funcione da melhor maneira possível, proporcionando um fluxo de trabalho mais completo e eficaz, com menor risco de falhas.

Por que os processos operacionais são importantes?

Ao definir e organizar os processos operacionais de um restaurante, toda a equipe (dentro e fora da cozinha) é favorecida com a padronização de tarefas, o que facilita muito o funcionamento no dia a dia. Mantendo o controle de atividades através de um checklist, por exemplo, é possível verificar a qualidade de serviços e determinar se algo pode ser melhorado.

Isso fica ainda mais evidente em estabelecimentos que servem café da manhã, almoço e jantar. Nesse modelo de negócio, ao menos duas equipes diferentes são necessárias para manter o funcionamento. Se não houver padronização dos processos operacionais, toda e qualquer tarefa pode ser realizada de formas diferentes por essas equipes.

A falta dessa definição também pode gerar desperdício de produtos, alimentos e tempo, pois não há referência de qual é a forma que aquele estabelecimento opera. 

Isso é válido tanto para o preparo de pratos, quanto no atendimento aos clientes ou na limpeza de mesas. Os resultados são prejudicados como um todo se os colaboradores não têm instrução sobre o nível de qualidade que deve ser alcançado.

Sumariamente, a definição e organização de processos operacionais de um restaurante é essencial.  Assim, é garantido que, independente de quem se encarregue por uma tarefa específica, ela sempre trará o mesmo resultado, já que há informações a serem seguidas.

Benefícios de estabelecer e acompanhar os processos operacionais de um restaurante

Tendo em vista o conceito de processos operacionais de um restaurante e a importância de acompanhá-los, veja os benefícios que podem gerar para o seu negócio:

  • Uma das grandes vantagens é detalhar procedimentos para receber mercadorias. Desta forma, o armazenamento, acondicionamento e identificação dos produtos estarão sempre de acordo com a necessidade dos outros setores do restaurante.
  • Através de folhas de verificação, é possível criar uma lista com todos os utensílios e equipamentos que precisam ser limpos e a cada quanto tempo. Também é muito útil elaborar uma checklist de preparações que devem ser antecipadas, como molhos, corte de vegetais, porções, caldos e massas. Assim, a pessoa responsável por cozinhar os pratos fará isso de forma muito mais eficiente.
  • Seu restaurante sempre estará em dia, uma vez que houver uma rotina de limpeza estabelecida para manter a cozinha e o salão em ordem. O preparo dos pratos e o atendimento dos clientes aproveitam as melhores condições para um serviço de excelência. O mesmo pode ser dito sobre os procedimentos de segurança.
  • Seja para organizar o setor financeiro, como impostos e pagamentos, ou para atividades legais da empresa, os processos operacionais de um restaurante são muito importantes para tornar esses trabalhos burocráticos mais organizados. Além disso, eles se tornam mais fáceis de acompanhar e manter a gestão mais eficiente.
  • Por fim, com a padronização de alguns destes processos se garante que o negócio obtenha melhores resultados a longo prazo. A própria regularização da sua rotina garante que os serviços sempre sigam um padrão de qualidade, mantendo o local de trabalho em ordem e trazendo mais satisfação aos clientes.

5 dicas para reforçar os processos operacionais

No mercado de restaurantes, os clientes estão cada vez mais exigentes e observadores. Não só a qualidade dos pratos e bebidas está sendo constantemente avaliada, mas também a eficiência dos serviços prestados e o atendimento recebido do garçom até o caixa.

Como já definimos, a padronização de processos operacionais de um restaurante é uma das melhores sugestões para garantir a eficiência da sua equipe. Isso trará mais resultados e satisfação dos clientes a longo prazo. Por isso, conheça 5 formas de reforçar a sua gestão através dos processos operacionais:

1. Comece pelo caixa

A saúde financeira permite que o estabelecimento consiga fazer várias melhorias e sobreviva às dificuldades do mercado. Para garantir isso, é fundamental conhecer todos os dados e informações que envolvem o orçamento, a renda e os pagamentos da sua empresa.

Isso também envolve manter o registro de inventários periódicos, detalhar e classificar todas as suas receitas e despesas — atuais e futuras —, além de descrever quais são as suas intenções de investimento.

Para que esse gerenciamento seja um sucesso, verifique o fechamento do caixa todos os dias para averiguar qual foi sua receita. Lembre-se de gerir também seu estoque, despesas de rotina, gastos com novas contratações, comissões de seus funcionários e outros fatores.

2. Organize as tarefas internas

Após a questão econômica, o próximo passo é se concentrar em compreender os processos do seu negócio para organizá-los. Entre eles, o cardápio é um dos itens que merecem mais atenção. Ele precisa ser disponibilizado e atualizado nos formatos online e físico. O menu é praticamente um cartão de visitas do seu restaurante para os clientes, e também a razão para que eles retornem ou não.

Já a cozinha precisa funcionar em perfeita harmonia para que tudo seja produzido e entregue com qualidade, a fim de aumentar a satisfação dos frequentadores e deixar seu estabelecimento em evidência.

O ideal é contar com ferramentas digitais para fazer o cadastro de consumidores e obter dados para conhecê-los melhor. Inclusive, vale lembrar que obter mais informações sobre eles pode ajudar na inclusão de novos pratos.

3. Otimize o seu atendimento

Invista seu tempo para estabelecer um sistema de atendimento e deixe sua equipe familiarizada com ele. Se os pedidos forem feitos pelo smartphone do próprio cliente ou diretamente com quem está atendendo, de qualquer forma as informações devem ser repassadas corretamente para a cozinha.

Para os serviços de delivery, que contam com processos ágeis e práticos de pedidos, os colaboradores também necessitam de treinamentos para receber as solicitações e transmiti-las adiante. Assim, o risco de falhas se torna muito menor.

Implementar novas tecnologias, como as mencionadas acima, diminui a incidência de erros em pedidos e garante mais rapidez para a entrega, por exemplo. Esses também são elementos que otimizam os atendimentos e podem trazer excelentes benefícios para a gestão operacional do seu restaurante, independente de ser um pequeno estabelecimento ou uma grande franquia.

4. Faça bom uso da tecnologia

Hoje em dia, existem vários softwares e recursos customizáveis, que foram criados para auxiliar o empreendedor ou gerente na gestão de um restaurante. É muito importante que isso seja aplicado, porque assim é possível agregar eficiência aos processos do negócio.

Com o auxílio de um software de gestão, os processos operacionais garantem desde a qualidade das mercadorias até o armazenamento ideal para cada tipo de produto, além de facilitar auditorias e inspeções sanitárias ou de segurança.

Por isso, explore as possibilidades da tecnologia para otimizar processos com menos intermediários e mais agilidade, através de comandas eletrônicas, por exemplo, para ter um retorno produtivo. 

5. Elabore folhas de verificação

A folha de verificação é uma maneira muito útil de facilitar e agilizar os processos de gestão operacional. Alguns estabelecimentos ignoram essa prática por parecer elaborada e cansativa. No entanto, os resultados mostram o contrário.

Através do apoio de um aplicativo de checklist, esse processo se torna mais preciso e eficiente, porque é possível definir categorias para os recursos utilizados nos seus processos operacionais, como para:

Equipamentos

Verificar e levantar a necessidade de obter novos equipamentos, utensílios e ferramentas para a produção dos alimentos. Com uma folha de verificação, é fácil definir um cronograma para inspeção e manutenção periódica de cada um deles, o que garante a vida útil do que é adquirido.

Ingredientes

Em um restaurante, é impensável e inadmissível que não haja os ingredientes necessários para preparar os itens do cardápio. Por isso, é interessante listar todos os itens do estoque e contabilizar o que é utilizado conforme a validade das mercadorias. Assim se mantém o controle e evita o desperdício.

Higiene

Realizar um checklist de higiene traz retornos muito positivos. Isso porque evita problemas com a Vigilância Sanitária e melhora a imagem da sua rede de alimentação perante os clientes. Por isso, o fator da limpeza é essencial para que eles possam depositar confiança nos alimentos que você oferece. 

Segurança

A segurança do trabalho também precisa ser considerada para evitar acidentes, criar um ambiente laboral que zela pela integridade física da equipe e evitar multas trabalhistas.

Todas as recomendações prescritas em lei devem ser obedecidas. Por isso, registre cada uma delas na sua ficha de segurança.

Mercadorias

Além de verificar ingredientes, é necessário conferir as mercadorias que o seu restaurante recebe regularmente. Faça um checklist das notas fiscais e confira se recebeu exatamente o que foi solicitado. Veja também a integridade dos produtos e se atente às datas de validade.

Mas atenção! Cada ingrediente possui recomendações de armazenamento específicas. Levante essas características para que eles sejam estocados sem que estraguem antes do tempo.

Todos esses procedimentos são cruciais para garantir a padronização de processos operacionais de um restaurante. Ter controle sobre o estoque e conhecer o quanto é investido em um prato gera uma previsão de custos mais confiável. Sem contar que, ao padronizar as receitas, torna- se muito mais simples reproduzir continuamente a apresentação de um mesmo prato — o que agrada a clientela e aumenta a satisfação dos atendimentos.

Para agilizar a rotina da sua gestão operacional, reúna todos os dados e procedimentos em relatórios mensais e anuais. Posteriormente, utilize todos os resultados para detectar possíveis falhas, realizar melhorias e celebrar ações de sucesso.

Se tudo isso for seguido à risca, você obterá ótimos retornos a médio e longo prazo, como o aumento das receitas, crescimento da carteira de clientes e a popularização do seu estabelecimento.

Se você gostou deste artigo, aproveite para descobrir como melhorar a gestão do restaurante com o apoio de uma ferramenta de checklist!

Se quiser saber mais sobre como o nosso sistema de checklist digital e automatizado pode ajudar na gestão do seu restaurante, entre em contato conosco

Redatora especialista em Branding e Sistemas de Informação. Apaixonada por livros intrigantes, pessoas envolventes e um bom cafézinho compartilhado ☕
Theodora Falabretti

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *