Passo a passo para implementar o lead time na sua empresa

A implementação do lead time na empresa pode oferecer uma mudança muito positiva na economia de tempo e dinheiro, além de aumentar a rentabilidade, com uma produção mais eficiente. Saiba como!

Tempo de leitura: 7 minutos
Profissional mostrando indicadores de lead time

Em tempos de tecnologia e usuários cada vez mais imediatistas, o lead time se torna essencial em qualquer negócio que busca um indicador logístico eficiente. Afinal, provavelmente você já ouviu alguém falando a tradicional frase “tempo é dinheiro”, certo? 

Na indústria e grandes companhias, isso não é apenas uma frase famosa, é um fato. Quanto mais tempo se gasta com produção ou administração interna, menor será o resultado

Pensando nisso, preparamos um artigo completo para explicar tudo sobre lead time e formas de implementá-la em seu negócio de forma eficaz. Fique de olho!

O que significa lead time?

Na tradução livre, lead time nada mais é que “tempo de espera”. Mas, na realidade, vai muito além disso. 

Em outras palavras, lead time é todo o ciclo de produção realizado desde o início dos processos, análises, avaliações, criação, chegando até a entrega final ao cliente. Resumidamente, é o tempo gasto do início ao fim de uma produção

Ele faz parte do conceito de Lean Manufacturing, oriundo do Sistema Toyota de Produção – principal referência de qualidade na forma de trabalho para a maioria das fábricas e indústrias do mundo todo. 

Basicamente, lead time é um indicador logístico para todo o processo de produção, sendo pensado de forma que seja cada vez mais ágil, de qualidade e com menor custo. 

Lembra logo no início desse texto, quando falamos que ‘tempo é dinheiro”? É sobre isso! 

Implementar lead time no seu negócio garante a otimização de tempo para economizar e melhorar os processos de trabalho.

Ou seja, se você é um gestor e busca metodologias ágeis de inovação e melhoria contínua, o lead time não pode faltar na forma de trabalho da sua empresa.

Agora, para iniciar uma compreensão mais profunda sobre o assunto, conheça os principais tipos de lead time e entenda como cada um funciona, de acordo com o perfil da empresa. 

Principais tipos de lead time

Atualmente, existem diversos tipos de lead time já desenvolvidos, mas cada um serve para um tipo de negócio ou necessidade específica. 

Por isso, é essencial saber sobre cada um deles e entender qual deve ser usado, o momento certo e como utilizá-lo. Confira tudo a seguir! 

Produção 

Como o próprio nome já diz, o primeiro tipo de lead time que vamos apresentar aqui é o de produção. Ou seja, ideal para o ramo industrial, responsável por desenvolver produtos e/ou serviços para a venda.

Neste caso, o lead time funciona em todas as etapas de produção. É possível usar o método para repensar etapas, procedimentos ou até mesmo para mudar a logística

Por exemplo: aumentando o prazo para conseguir insumos ou definindo número mínimo de materiais que já devem estar preparados para possíveis emergências. 

Compras 

Em seguida, temos o lead time de compras, que se refere especificamente aos processos de compras para funcionamento interno e, claro, insumos para serviço e/ou produto final oferecido ao cliente. 

Neste tipo, o gestor deve pensar em soluções eficientes para montagem, manutenção e melhorias no estoque e no almoxarifado da empresa

Em outras palavras, deve-se definir detalhes como cartela de fornecedores, ter ou não itens extras e a melhor forma de registros do que sai ou entra. Enfim, encontrar as melhores formas de fazer o setor de compras funcionar.

Logística 

Por último, chegamos no lead time de logística, um tipo muito importante porque pode frustrar o cliente de diversas maneiras, sendo assim, um ponto de atenção. 

Basicamente, este tipo de lead time se trata de toda a parte de logística pré-produção, durante o processo e, principalmente, nas entregas ao cliente

Para isso, a dica é buscar softwares modernos de acompanhamento real e prezar pelo cuidado, visando garantir que o produto seja entregue de forma intacta. No caso de serviços, a ideia é pensar em oferecer a qualidade que o cliente precisa.

Por fim, você já conhece os tipos de lead time e alguns exemplos práticos de como e quando utilizá-los. Agora, entenda melhor sobre os fatores que influenciam diretamente no método de trabalho. 

Leia também: Checklist para Logística: diferenciais que a Checklist Fácil pode resolver!

Quais fatores podem influenciar o lead time?

Primeiramente, antes de identificar quais fatores estão influenciando o lead time na sua empresa, vamos recapitular o sentido desse método. 

Resumidamente, lead time é tudo aquilo que consome tempo. Seja na produção, nas entregas, no formato de trabalho ou nas lideranças. Isto é: todo o tempo que você não quer – e não deve – perder na empresa. 

Agora, vamos otimizar o seu lead time, começando por identificar e descartar erros. Preste atenção! 

Pré-produção 

A busca pela matéria prima, fornecedores ou equipamentos é um principal vilão na história das grandes companhias. Por vezes, um erro de fornecedor pode prejudicar meses de trabalho e rentabilidade. 

Por isso, a dica é sempre ter um estoque extra de tudo que for mais essencial e uma boa lista de fornecedores para não depender apenas de um, por exemplo. 

O ideal é nunca dar espaço para o azar. Esteja preparado para possíveis erros, atrasos e/ou mudanças de planos.   

Produção 

De fato, a produção é o processo que mais se atualiza e necessita de mudanças constantes. Afinal, é sempre possível fazer melhor. 

Dessa forma, a produção reflete bastante no lead time da sua empresa, uma vez que possui muitas etapas importantes e sem ela, nada é feito. 

Por isso, a dica é sempre buscar possíveis melhorias, testar novos métodos ou até mesmo terceirizar algumas partes da produção que possam ser realizadas de forma mais objetiva e dentro de prazos menores. 

Aqui, o lead time deve estar focado principalmente em otimização de tempo e melhoria contínua, focando em controle de qualidade

Entrega 

Assim como já o tratamos no item anterior, a parte da logística de entregas é importantíssima e jamais deve ser negligenciada.

A entrega é a “cara” da sua empresa junto ao cliente e é o momento em que você pode fidelizar ou afastá-lo. Dessa forma, promova melhorias no lead time das entregas. 

Se possível, tenha mais de um tipo de entrega e pense em soluções específicas para grupos diferentes, atento às suas individualidades. 

Manutenção

Também devemos considerar a manutenção do lead time, porque não é apenas implementar e deixar acontecer de forma aleatória. 

Como gestor, o lead time deverá se tornar uma tarefa indispensável no seu dia a dia. É uma mudança, na qual você terá uma rotina de inspecionar, analisar dados e compreender se está funcionando ou como e onde você deve fazer algum tipo de ajuste.

De forma geral, é importante compreender que todas as etapas e características do seu negócio influenciam diretamente no lead time. Por isso, ele deve ser pensado na pré-produção, durante e após a sua realização. 

Passo a passo para calcular o lead time

Agora que você já entendeu melhor sobre lead time e todos os fatores indispensáveis no cenário ideal de uma empresa com bom indicador logístico, vamos diretamente para a prática. 

Acompanhe nosso passo a passo:

1. Panorama geral 

Primeiramente, comece pensando na jornada do cliente na sua empresa, tudo que você faz desde o início, até a produção e chegando no cliente final. Todos os processos devem ser destrinchados e pensados separadamente. 

2. Controle 

Faça um controle de tempo gasto, olhando cuidadosamente etapa por etapa. Aqui, é importante colher todas as informações possíveis para compreender em que momento é possível otimizar o lead time. 

3. Cálculo 

Por último, com todas as informações em mãos e consciente sobre a rotina da sua empresa, é hora de fazer o cálculo usando:

  • Horas gastas em cada etapa;
  • Horas de espera por insumos;
  • Tempo de espera do cliente. 

A partir disso, estabeleça o máximo de tempo que deve ser gasto, tirando por base tudo que foi calculado. Por exemplo, se estiver gastando muito tempo com o fornecedor de insumos, é hora de buscar outra alternativa ou negociar prazos menores. 

Em três passos simples, um gestor já consegue compreender a própria realidade e implementar melhorias para uma resultado otimizado. 

Por fim, a próxima etapa é implementar lead time de forma eficiente na sua empresa.

Quer se aprofundar nessa parte? Confira no vídeo abaixo um resumo desses passos:

Como fazer uma gestão eficiente desse indicador logístico? 

Inicialmente, é necessário olhar com a visão de “dentro” do seu negócio, porém de forma mais ampla. Imagine que você é um cliente da empresa. Quais situações você poderia se decepcionar? O que você melhoraria na experiência como consumidor? 

Por outro lado, comece a monitorar e analisar cada processo, etapa e formato de trabalho existentes

A partir desses dois momentos, será possível compreender quais são os gargalos e como e onde utilizar lead time de forma a desenvolver uma gestão eficiente. 

Além disso, contar com softwares tecnológicos como o Checklist Fácil será um grande aliado nessa atualização. Com a digitalização do negócio, todos os processos serão mais práticos e otimizados

Através da tecnologia, a gestão se torna mais eficiente. Com o Checklist Fácil, por exemplo, é possível criar checklists para cada fator que influencia o lead time e gerar relatórios precisos e automatizados, ajudando na gestão do indicador em tempo real. 

Além disso, você pode compilar todas as informações e demandas em um só lugar, otimizando o lead time, com maior controle e agilizando do trabalho. 

Bom, agora que você já sabe fazer uma gestão eficiente de lead time na sua empresa, é hora de tomar a decisão. Afinal, implementar ou não? 

Entenda agora porque sua empresa precisa de lead time! 

Por que o lead time é importante na gestão de uma empresa?

Primeiramente, é necessário ter em mente que a melhoria contínua é quase um requisito para empresas que querem se manter competitivas no mercado. Afinal, o perfil dos consumidores não é mais o mesmo e eles nunca estiveram tão exigentes. 

Por isso, buscar métodos administrativos que possam otimizar a forma de trabalho, economizar tempo e verba e, ainda, melhorar a experiência do cliente, é indispensável. Com o lead time, você consegue tudo isso! 

Mas, para entender melhor, vamos explicar 5 motivos para você tomar a decisão certa e começar a implementação o quanto antes. 

1. Processos internos  

Ao utilizar o lead time de forma inteligente no seu negócio, é possível otimizar os processos internos de trabalho, identificando melhorias necessárias

Imagine que você tem um funcionário específico que não está rendendo. Com o lead time, você tem a possibilidade de analisar melhor o trabalho dele e buscar formas de aproveitá-lo no lugar certo. Assim, a produção será otimizada! 

2. Qualidade 

Além disso, as mudanças na forma de trabalho vão refletir diretamente na qualidade do produto ou serviço oferecido. Afinal, o gestor será capaz de identificar os erros e aplicar mudanças, de acordo com o lead time ideal. 

3. Economia 

Por outro lado, temos também uma grande economia, por conta dos cortes de possíveis erros, evitando assim, prejuízos futuros. 

Da mesma forma, ainda é possível economizar por ter maior controle de todos os dados da empresa. Assim, é possível prever gastos, ter um melhor planejamento e ainda aproveitar os funcionários que, antes, gastavam muito tempo em determinadas tarefas. Direcionando-os a outras demandas, otimizando os ganhos. 

4. Maior controle 

Assim que você entende a importância de focar no lead time, amplia o controle geral sobre a empresa. Como explicamos anteriormente, para sua implementação, é necessário levantar informações e fazer análises do cenário. 

Dessa forma, você já começa a ter maior controle dos dados e dos processos. Para isso, é importante contar com a tecnologia para implementação eficiente do lead time, ou seja, ter uma plataforma para montar planos de ação e compilar informações. Assim, o acesso se torna em tempo real – e automatizado! 

5. Cliente feliz 

Por fim – e o mais importante – seu cliente ficará feliz! Mas, isso não é por acaso, é apenas reflexo das melhorias acarretadas pelas mudanças que ocorrem com um lead time eficiente. 

Em outras palavras, seu cliente terá uma experiência melhor e encontrará um resultado positivo na sua marca, construindo uma boa imagem da mesma. Levando, consequentemente, ao aumento do faturamento e fidelizando a clientela. 

Em resumo, implementar a metodologia de lead time pode levar seu negócio para um novo patamar mais lucrativo e eficiente, tornando-se referência no mercado. 

Agora, você já está preparado para fazer essa mudança. É hora de dar o primeiro passo! E o Checklist Fácil pode te ajudar, pois a ferramenta torna o acesso aos indicadores muito mais fácil, seguro e eficiente.

Quer saber como? Faça um teste grátis agora mesmo!

Especialista em Produto em Checklist Fácil
Especialista na solução Checklist Fácil, procuro colocar em cada conteúdo minha experiência e conhecimento. Assim, ajudo as empresas e seus colaboradores a terem mais qualidade e eficiência no trabalho.
Luciana Silva

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *