Principais desafios da gestão da qualidade na indústria

A gestão da qualidade na indústria é o principal fator que pode determinar o seu sucesso, impulsionando resultados com a eficiência estratégica do negócio. Leia sobre o assunto!
Atualizado em: 16 de maio de 2024
Tempo de leitura: 10 minutos

Já se perguntou como ter melhores resultados na atividade industrial? Garantir uma boa gestão da qualidade na indústria tem tudo a ver com buscar mais eficácia nos processos de produção e dia a dia de trabalho.  

Por isso, é essencial entender como é possível contar com a melhoria contínua, reduzindo os riscos de defeitos e erros ao longo de cada etapa a ser cumprida nas rotinas industriais. 

Neste conteúdo, você vai conferir qual é a importância da gestão de qualidade na indústria, quais etapas devem ser seguidas de forma estratégica para aumentar a eficiência e quais ferramentas podem ajudar você. 

Quais os desafios da gestão da qualidade na indústria? 

Alguns dos desafios que comumente afetam o desempenho da produção de boa parte das indústrias são o baixo investimento em ferramentas tecnológicas, ausência de cultura de qualidade, e a inexistência ou dificuldade na sequência de padronização de processos.

Além disso, a falta de garantia de consistência e falhas na comunicação também são fatores que impactam esse setor.

A resistência a aderir às normas, regulamentos e passos necessários para realizar a gestão da qualidade também está entre os principais obstáculos a serem superados atualmente. Confira, a seguir, como isso pode refletir em diversos segmentos industriais. 

Indústria de Alimentos e Bebidas 

De acordo com o relatório anual do Ministério da Economia, a indústria alimentícia é responsável por mais de 10% de todo o PIB do Brasil, ocupando o primeiro lugar em produção, exportação e geração de empregos. Para manter essa posição, é fundamental driblar os principais desafios dessa área, entre eles: 

  • Regulamentação da produção e manutenção de alimentos: é preciso seguir as orientações e cumprir todas as regras exigidas pela legislação para evitar irregularidades e sanções; 
  • Uso eficiente da energia e dos recursos: cada vez mais tem se tornado essencial mostrar atitudes de preocupação e cuidado com as questões que envolvem a sustentabilidade e o meio ambiente nos processos das indústrias; 
  • Automatização de processos: utilizar ferramentas de controle de qualidade para automatizar as atividades e minimizar os erros, garantindo melhorias na eficiência operacional, é algo que contribui bastante e ainda não foi adotado por todas as indústrias; 
  • Mudanças no comportamento do consumidor: outro desafio é lidar com as constantes transformações nas preferências dos consumidores, a fim de se adaptar às necessidades que estão surgindo, melhorando o padrão de produção e captando mais clientes; 
  • Gestão eficiente e controle de estoque bem-sucedido: além de atender às demandas do mercado, ter um bom controle dos suprimentos e da logística da sua indústria pode ajudar você a gerar mais competitividade no mercado; 
  • Rastreabilidade de alimentos: tecnologias de rastreabilidade permitem monitorar a localização e o armazenamento das mercadorias, acompanhando também a origem de cada alimento para facilitar sua gestão em tempo real. 

Indústria de Processamento 

Já na indústria de processamento, para garantir um melhor desempenho da produção, os principais desafios são: 

  • Manutenção preditiva: análise global das atividades realizadas, se relacionando com as condições de funcionamento para que as operações e mantenham ativas por mais tempo; 
  • Análise do indicador OEE: OEE significa Overall Equipment Effectiveness ou Eficiência Global do Equipamento. É um importante indicador de manutenção para mensurar o desempenha de máquinas e equipamentos com mais assertividade em relação à disponibilidade, produtividade e qualidade da produção na indústria; 
  • Aumento da eficiência operacional: é preciso analisar o retorno sobre o investimento (ROI) de todas as ações da rotina, a fim de gerar mais benefícios e evitar prejuízos na manutenção industrial



Para mais esclarecimentos sobre o tratamento de seus dados pessoais, leia nosso Aviso de Privacidade.

Indústria da Construção Civil 

Como é possível perceber, cada tipo de indústria apresenta seus desafios particulares. No caso da Indústria de Construção, é importante prestar atenção à perda de materiais, à segurança do trabalho e ao desperdício de recursos: 

  • Complexidade de projetos para gerenciar: a indústria da construção geralmente passa por mudanças constantes e uma alta pressão no mercado, envolvendo diversas equipes e fornecedores, atividades, cronogramas com prazos mais curtos e alto nível de gastos e recursos; 
  • Atendimento às exigências dos padrões de segurança: checagens constantes são essenciais para a saúde laboral dos colaboradores, uma vez que o setor aparece em sexto lugar no ranking das atividades com mais acidentes de trabalho no Brasil de acordo com o Observatório de Saúde e Segurança no Trabalho
  • Controle de custos: normalmente os projetos de construções envolvem imprevistos e mudanças no mercado, além de vários custos variáveis, como materiais, mão de obra, ferramentas e equipamentos.  

Indústria Química 

A indústria química lida com diversas regras e etapas a serem seguidas na realização dos procedimentos. É primordial, portanto, respeitar as determinações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que envolvem tanto questões burocráticas quanto de manipulação dos componentes utilizados. 

Entre as principais dificuldades que a gestão da qualidade na indústria química precisa lidar atualmente estão: 

  • Falta de treinamento da equipe: todos os funcionários precisam saber como usar soluções tecnológicas da melhor forma, a fim de fazer bom uso dos recursos, minimizando riscos para o ecossistema e a qualidade de vida das pessoas, além de evitar prejuízos financeiros; 
  • Ausência de padronização de processos: muitas indústrias ainda não contam com um sistema eficaz que centralize todas as informações, e a falta de um bom software pode comprometer toda a qualidade e o desempenho dos processos no dia a dia; 
  • Gerenciamento de riscos: a segurança é um dos principais desafios neste segmento de indústria, pois as substâncias químicas podem gerar diversos danos tanto para os trabalhadores quanto para os clientes e a natureza, então a gestão de riscos precisa ser bem trabalhada, a fim de ter mais controle sobre o que está sendo feito e quais propriedades estão sendo manuseadas; 
  • Regulamentações e conformidades: para garantir que as empresas estão seguindo as normas e evitar multas ou penalidades, é necessário prestar atenção nos requisitos e nas normas de segurança, saúde e meio ambiente de cada região e país; 
  • Gestão de resíduos: a indústria química precisa ter atenção aos impactos no meio ambiente, então é necessário reduzir o consumo de recursos, minimizar resíduos e investir em fontes renováveis de energia para adotar práticas sustentáveis na rotina. 

Indústria de Bens 

A gestão de qualidade industrial no setor de bens de consumo necessita contar com uma flexibilidade maior e mais atenção às novas tendências, pois o comportamento do consumidor está em constante transformação. Alguns dos principais desafios que esse segmento enfrenta são: 

  • Satisfação do cliente: para atender de forma eficaz preferências e necessidades, que mudam com bastante frequência, é preciso fazer planejamentos estratégicos e ter um bom gerenciamento da cadeia de suprimentos, a fim de gerar experiências mais satisfatórias ao público; 
  • Concorrência: para estar à frente dos concorrentes, é necessário investir em melhoria contínua e ferramentas de controle de qualidade industrial, a fim de atualizar seus processos para captar e fidelizar mais clientes, mostrando seu diferencial no mercado; 
  • Ciclo de vida do produto: desde a cadeia de suprimentos até a entrega dos produtos, é importante ter um bom controle de qualidade e de estoque, contando com sistemas de automação e gerenciamento de operações, com o objetivo de evitar desperdícios e prejuízos. 

Como desenvolver uma estratégia de controle de qualidade industrial? 

Para superar os tantos obstáculos que envolvem as operações industriais, é necessário pensar em estratégias para melhorar processos na indústria.  

Então, vale analisar as metodologias que já existem, a fim de identificar quais mais se encaixam com o cenário da sua indústria, além de verificar as ferramentas ideais. 

Qual é a melhor metodologia para a qualidade da operação? 

As metodologias mais indicadas para serem seguidas nas etapas de processos industriais, são: 

  • Ciclo PDCA: o PDCA é uma ferramenta de gestão é utilizada para promover melhoria contínua nas atividades e no ambiente de trabalho, por meio de quatro etapas cíclicas, que são Planejamento (Plan), Execução (Do), Checagem (Check) e Ação (Act); 
  • 5W2H: o 5W2H é uma metodologia de gestão ideal para quem deseja garantir que os planejamentos estratégicos sejam seguidos, contribuindo para executar a gestão de não conformidades, facilitando a implementação de melhorias com mais praticidade. 

Quais ferramentas de gestão da qualidade posso utilizar? 

Basicamente, existem sete ferramentas essenciais para quem deseja implementar a gestão de qualidade na indústria na prática, que são: 

  • Folha de verificação
  • Diagrama de Ishikawa; 
  • Fluxograma; 
  • Histograma; 
  • Carta de controle; 
  • Diagrama de dispersão; 
  • Diagrama de pareto; 
  • 5 porquês. 

Você já aplicou alguma dessas ferramentas na sua indústria? Caso você não tenha tanta familiaridade com essas metodologias ou esteja querendo algo mais prático e eficiente, como investir em uma única solução para gestão dos seus processos, é válido conhecer o Checklist Fácil.  

O sistema elimina checagens manuais e garante a credibilidade dos registros. Mas, antes de escolher a ferramenta ideal para o seu caso, é essencial compreender como planejar uma boa gestão da qualidade na indústria.

BAIXE GRÁTIS | Kit Estratégico para Indústrias

Quais são as etapas da gestão da qualidade na indústria? 

Para impulsionar a gestão da qualidade industrial, separamos a seguir os 6 passos que você precisa percorrer para obter mais sucesso nos seus resultados. 

1. Mapeamento de processos 

Antes de fazer melhorias, é fundamental ter uma análise detalhada sobre todo o cenário atual.  

Então, o primeiro passo é mapear os procedimentos internos e externos que estão sendo realizados para entender quais mudanças precisam ser feitas, pensando também na sua equipe e nos recursos disponíveis. 

2. Padronização e indicadores 

Padronizar os processos e estabelecer indicadores para monitorar o desempenho das atividades é essencial para que sua equipe tenha a devida orientação do que deve ser realizado em cada tarefa.  

O Procedimento Operacional Padrão, também chamado de POP, é basicamente um documento que descreve como as atividades de determinada operação devem ser executadas, oferecendo um detalhamento minucioso de todas as etapas para otimizar os processos e as rotinas. 

3, Aplicação de checklists  

Para acompanhar as ações e resultados em prol de mais qualidade na operação, o uso de checklists é essencial. Muitas empresas fazem checagens com métodos manuais, mas é preciso lembrar que o uso do tradicional papel e prancheta não é o ideal.  

Por isso, digitalizar esse tipo de atividade é o melhor caminho para agilizar auditorias e inspeções, padronizar coletas de dados e evitar erros ou perda de informação.  

Considere o uso de um software como o Checklist Fácil para automatizar as verificações de processos. A solução permite a coleta de dados padronizados em qualquer tipo de operação. 

4. Correção de falhas 

Após a aplicação dos checklists, é possível identificar a causa exata de possíveis problemas na operação. Com isso, fica mais fácil criar um plano de ação para reverter falhas e melhorar a performance de equipes, máquinas e processos, aumentando o engajamento e a rentabilidade. 

5. Treinamentos 

Outro ponto essencial para elevar os resultados da sua gestão da qualidade na indústria é oferecer treinamentos constantes ao seu time. É interessante reunir informações e análises dos processos realizados para treinar sua equipe de acordo com os dados obtidos. 

6. Monitoramento constante 

E, por falar em dados, é de extrema importância contar com relatórios atualizados sobre os processos e resultados, fazendo um acompanhamento contínuo da operação industrial. 

Quais os benefícios da gestão da qualidade na indústria? 

Com as ferramentas e metodologias adequadas, é possível garantir uma série de benefícios na gestão da qualidade da sua indústria.

  • Garantir as auditorias de segurança;
  • Categorizar produtos;
  • Padronizar processos;
  • Reduzir os acidentes de trabalho;
  • Otimizar o trabalho dos gestores;
  • Melhorar a comunicação entre equipes através de cadências de atividades;
  • Facilitar a auditoria de fornecedores;
  • Agilizar os processos de checklist e controle de carga e descarga de materiais;
  • Reduzir custos operacionais.

Checklist Fácil como aliado na gestão da qualidade

Solução líder na América Latina, a Checklist Fácil desenvolveu um software com metodologia própria que garante uma maior eficiência operacional. Nossa solução auxilia indústrias a realizar conferências, identificar inconformidades e criar planos de ação, com base na metodologia 5W2H, para as mais variadas unidades.

Podem ser auditadas fábricas, máquinas, veículos, estoques, pessoas, equipamentos ou até mesmo ambientes inteiros.

Sabemos que garantir a qualidade nas operações industriais pode ser algo bastante complexo. Por isso, criamos diferentes funcionalidades pensando nas dores deste mercado, com o objetivo de auxiliar os gestores em todo o processo. São mais de 150 funcionalidades no sistema, como:

Departamentalização de auditorias

A departamentalização das auditorias é fundamental, especialmente para indústrias grandes que contam com diversos setores.

O software Checklist Fácil permite cadastrar departamentos para organizar usuários e checklists de forma setorizada. Com isso é mais fácil organizar as auditorias a serem realizadas, separando-as por áreas da empresa.

Isso fornece uma maior autonomia para os gestores e um melhor controle no acesso às informações.

Além disso, com a departamentalização, os relatórios tornam-se mais assertivos e fica mais fácil identificar recorrências, para então solucionar problemas graves de gestão em determinados setores.

Workflow para melhorar a comunicação

Uma das melhores maneiras de garantir a gestão da qualidade na indústria é criando workflows para estipular a correta cadência das auditorias.

Com o Checklist Fácil é possível definir um fluxo de trabalho e de aplicação dos checklists. Dessa forma, o trabalho é executado na ordem correta, incluindo etapas e obrigando que determinada atividade seja concluída para que outra se inicie.

Por isso o Workflow é uma das funcionalidades mais importantes para a gestão da qualidade na indústria!

Saiba mais:

Além disso, a ferramenta também permite estipular como serão feitas as aprovações. Com níveis hierárquicos estruturados, os responsáveis da sua indústria podem aprovar ou reprovar as inspeções realizadas.

Inspeções de segurança

Nossa ferramenta permite também que os gestores personalizem seus checklists, de acordo com as normas de segurança, evitando acidentes e protegendo os colaboradores. 

Mas qual a relação entre segurança do trabalho e qualidade?

Quando os colaboradores atuam em um ambiente seguro, eles se tornam mais produtivos. Consequentemente, o desempenho tende a melhorar, fazendo com que os padrões estipulados sejam seguidos.

Diversos são os processos de checagem que podem ser realizados na indústria visando garantir a segurança, por exemplo: 

  • Riscos elétricos;
  • Dispositivos de segurança;
  • Uso de equipamentos de proteção individual;
  • Conservação de equipamentos.

Além disso, disponibilizamos gratuitamente um Kit de materiais de Segurança do Trabalho para auxiliar os gestores e responsáveis a aplicar e garantir ações de segurança dentro da indústria.

Agendamento de checklists

Para evitar danos aos maquinários e garantir a qualidade esperada na produção, é preciso manter os equipamentos em boas condições de conservação. Logo, realizando manutenções periódicas, sua indústria identifica rapidamente as não conformidades e reduz custos com manutenção, ao corrigir problemas proativamente.

Por isso, visando evitar esquecimentos na execução das auditorias ou falhas na comunicação entre equipes, você pode deixar auditorias programadas no sistema.

Este recurso ainda permite que os gestores verifiquem o histórico de agendamentos para melhor controle das operações.

Reconhecimento de padrão por imagem

Outra funcionalidade importante para a indústria é o reconhecimento de padrão de imagem.

Essa funcionalidade permite que o auditor registre, através da câmera do aplicativo, um determinado objeto, considerado ideal. A partir daí, o sistema faz o reconhecimento dos padrões detectados na imagem para informar se o objeto segue ou não os padrões definidos. 

Para isso, basta “treinar” o sistema com a aplicação de alguns poucos checklists, mostrando qual seria a resposta correta que, a partir daí, o padrão estará criado.

O objetivo dessa função é auxiliar na aplicação das auditorias uma vez que, com ela, é possível evitar que itens diferentes dos padrões estipulados sejam utilizados na sua indústria.

Auditoria de fornecedores

As indústrias lidam frequentemente com fornecedores, sejam eles de produtos ou serviços. Por este motivo, é de extrema importância executar auditorias também junto destes prestadores de serviço.

Com a auditoria de fornecedores, você eleva o nível de qualidade da sua indústria, priorizando a satisfação dos clientes.

As auditorias podem ser realizadas com foco no produto oferecido pelos fornecedores, como máquinas, equipamentos ou materiais diversos, bem como para avaliar o serviço prestado pelos mesmos.

Basta configurar diferentes análises que, com o Checklist Fácil, sua empresa pode facilmente executar a auditoria dos fornecedores e melhorar a gestão da qualidade industrial.

Dashboards personalizados

Os bons níveis na gestão da qualidade na indústria só podem ser atingidos quando há uma análise correta dos indicadores e isso não é possível sem relatórios gerenciais. 

Afinal de contas, sem dados, as decisões tomadas são menos assertivas e podem não refletir, de fato, em uma melhora na qualidade da sua indústria.

Sabendo disso, o Checklist Fácil permite que os dashboards com números e dados importantes sejam customizados, para exibir aqueles de maior relevância primeiro.

Os relatórios podem cruzar diferentes dados e também podem ser exportados para PDF e Excel, tudo isso visando facilitar a análise por parte dos gestores e a tomada de decisões estratégicas.

Agora que você já entendeu a importância da gestão da qualidade na indústria e viu como a Checklist Fácil tem as funcionalidades que podem agregar no dia a dia da sua empresa, que tal agendar uma demonstração para conhecer melhor nosso produto? 

Solicite uma demonstração e vamos te mostrar como podemos te ajudar a ganhar mais qualidade e eficiência operacional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ideal para o seu negócio!

Categorias

Assine nossa newsletter e acesse, em primeira
mão, conteúdos relevantes para o seu negócio.

25 de Abril | 16h | ao vivo

Boas Práticas
de SST:

Como zerar acidentes e criar processos eficientes de segurança