Saiba como melhorar a higiene e a segurança do trabalho do seu negócio

Investir em higiene e segurança do trabalho exige antecipar e avaliar riscos ocupacionais. Quer saber como melhorar a experiência dos seus colaboradores e da empresa como um todo? Leia agora o post!

ícone autor blogpost Autor convidado ícone data de postagem e atualização30/10/2020 ícone comentários0 comentários ícone categoria principal Segurança do Trabalho ícone tempo de leitura 3 minutos
Compartilhe este Post  : 

Você sabia que os cuidados com higiene e segurança do trabalho podem trazer benefícios para os colaboradores e para a organização? É isso mesmo! Trata-se de um investimento vantajoso para todos os envolvidos.

Dados da pesquisa realizada pelo Serviço Social da Indústria (SESI), feita com 500 empresas, demonstram que, para 48% delas, implementar ações focadas em segurança e saúde no trabalho reduzem as faltas. Além disso, em 43,6% a produtividade aumenta no chão de fábrica e, em 34,8%, há redução de custos. 

Para obter esses resultados, é preciso que cumprir com as responsabilidades em higiene e segurança do trabalho, com foco nas legislações vigentes. Vamos entender melhor como isso acontece?

Higiene e segurança do trabalho nas empresas

Para manter a higiene e a segurança no trabalho, é muito importante eliminar condições inseguras do ambiente por meio da implantação de ações preventivas. E, para isso, é preciso conscientizar as equipes, independente da hierarquia ou setor.


Um ambiente sem riscos e acolhedor é o grande foco da área de segurança do trabalho e por isso, são criadas medidas técnicas, médicas e educacionais! Neste sentido, a higiene ocupacional faz parte dessas ações, com o objetivo de reduzir acidentes e doenças.

Higiene e segurança do trabalho estão diretamente relacionados a riscos. Eles podem ser desde os mais simples como ruídos, temperaturas extremas de calor e frio, umidade, até questões mais profundas como pressão atmosférica, radiações e vibração. 

Por isso, é válido planejar e implementar ações que preservem os colaboradores. Desse modo, a sensação de segurança e acolhimento, reflete no trabalho, beneficiando todos os envolvidos.

Dicas para melhorar a higiene ocupacional

A falta de higiene e segurança no trabalho pode trazer problemas à saúde! Para que essas questões sejam minimizadas, a higiene ocupacional visa implementar medidas e normas para proteger o colaborador e permitir que determinadas tarefas sejam executadas. Confira algumas dicas para melhorar esses processos na sua empresa:

Esteja a frente e antecipe os riscos

Antes de começar qualquer atividade, é necessário analisar o ambiente. Prever os riscos em potencial e agir preventivamente faz muita diferença na implementação de processos e fluxos. 

Dessa maneira, é possível fazer uma listagem do ambiente com comentários sobre quais são os os possíveis riscos, onde e como podem ocorrer. A partir disso, pode-se criar um checklist para acompanhar as próximas etapas. 

Para fazer isso da melhor maneira possível, é recomendável entender a primeira das Normas Regulamentadoras do antigo Ministério do Trabalho e atualmente, Ministério da Economia – Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, a NR1. 

Ela trata de disposições gerais e gerenciamento de riscos ocupacionais, em que é possível encontrar orientações sobre análise dos riscos, como informar os trabalhadores e tomar as medidas preventivas necessárias.

Saiba reconhecer os riscos

Nessa etapa, não podemos fugir do estudo e conhecimento de agentes físicos, químicos e biológicos. Ter esse conhecimento prévio ajuda na identificação mais rápida e eficaz para evitar danos à saúde dos trabalhadores. Para fazer isso de maneira eficiente, ter uma boa gestão pode facilitar o processo. 

Afinal, é necessário olhar para os produtos, matérias primas e equipamentos que estão sendo utilizados, os processos diários e metodologias, como os processos estão sendo implementados, os ambientes de trabalho, entre outros pontos. A partir desse reconhecimento, é possível seguir para a etapa seguinte em que ocorre o detalhamento. 

Avalie os riscos de acordo com os órgãos regulamentares

A avaliação é a etapa que em serão combinadas as informações relevantes coletadas na fase de reconhecimento, em que foi preparada uma base de conhecimento do ambiente, com os pilares da higiene e da segurança do trabalho. 

Além disso, existem algumas normas que regulamentam os processos referentes à higiene no setor de segurança do trabalho e que precisam ser analisados no momento de avaliação. Por exemplo:

  • NR 15: responsável por atividades e operações insalubres e certamente, conhecida por grande parte dos colaboradores da área de saúde e segurança do trabalho;
  • NHO: Normas de Higiene Ocupacional, realizada pela Fundacentro; 
  • Normas Regulamentadoras da ACHIH (American Conference of Governmental Industrial Hygienists): associação privada de profissionais de higiene ocupacional reconhecida como autoridade no assunto
  • NIOSH (National Institute of Occupational Safety and Health): órgão responsável por importantes pesquisas para a prevenção de lesões e doenças relacionada ao setor. 

Controle os riscos

A última etapa está relacionada a todas as anteriores e é o momento de colocar em prática tudo o que foi planejado até o momento, a fim de mitigar e eliminar riscos. Depois da avaliação realizada, foi possível fazer uma análise para elaborar ações

Agora, é fundamental a presença de um bom profissional do setor para trazer insights complementares. Isso inclui: verificar equipamentos e realizar as averiguações necessárias para o bom andamento das atividades de implementação, como a validade dos Certificados de Aprovação de EPIs e a estrutura e manutenção do maquinário.

Dessa maneira, o alinhamento da equipe é peça chave para que as medidas sejam seguidas e ofereçam em sua totalidade segurança a todos. Oferecer informação, investir em higiene e segurança do trabalho e deixar todos cientes, pode facilitar o processo para um ótimo resultado final!

Além de estar em conformidade com as leis e evitar multas trabalhistas, a organização promove uma melhor experiência para seus colaboradores. Assim, eles terão uma qualidade de vida melhor, o que reflete diretamente em seu trabalho, que será realizado com mais segurança e produtividade, atingindo mais resultados positivos. 

Este artigo foi produzido pela Safety Tec.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *